Ex-atacante do Santos e da Seleção Brasileira, Coutinho morre aos 75 anos

  • Por Jovem Pan
  • 11/03/2019 21h00
Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FCCoutinho morreu aos 75 anos na cidade de Santos

O ex-atacante e um dos maiores ídolos da história do Santos, campeão com a Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1962, Antônio Wilson Honório, o Coutinho, morreu na noite desta segunda-feira (11), aos 75 anos.

Natural de Piracicaba, Coutinho tinha diabetes, doença que o levou a amputar três dedos do pé esquerdo nos últimos anos. Em janeiro, o ex-atacante foi internado em um hospital de Santos com quadro de pneumonia.

Coutinho estreou no Santos em 1958, quando tinha apenas 14 anos. Defendeu o time até 1967. Após breve passagem por Vitória e Portuguesa, voltou ao Peixe e jogou entre 1969 e 1970. Encerrou a carreira no extinto Saad, de São Caetano do Sul, em 1973, após vestir as camisas de Bangu e Atlas, do México.

No Santos Coutinho fez história. Além de ter feito parte do lendário ataque com Dorval, Mengálvio, Pepe e Pelé, entrou em campo 457 vezes, tendo marcado 368 gols – é o terceiro maior artilheiro do clube, atrás apenas de Pepe com 403 e Pelé com 1091.

Ao longo da carreira conquistou os Paulistas de 1960, 1961, 1962, 1964, 1965 e 1967. Foi cinco vezes campeão brasileiro, conquistando as Taça Brasil de 1961 a 1965, além das Libertadores da América e dos Mundiais de Clubes de 1962 e 1963.