Exames descartam lesão grave, mas Rodrygo é dúvida no Santos para jogo contra Grêmio

  • Por Estadão Conteúdo
  • 03/05/2018 15h40
Ivan Storti/Santos FCRodrygo foi perseguido por Fucile

O torcedor do Santos respirou mais aliviado nesta quinta-feira. Os exames realizados no tornozelo esquerdo do atacante Rodrygo não detectaram qualquer lesão mais grave. Mesmo assim, ele segue como dúvida para o confronto diante do Grêmio no domingo (5), em Porto Alegre, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

O próprio Santos confirmou o resultado dos exames. De acordo com o clube, “Rodrygo fez uma avaliação médica, hoje (quinta-feira) pela manhã, e um exame de ressonância magnética que não apontou nenhuma gravidade”. O resultado tranquilizou o técnico Jair Ventura e a torcida, afinal havia a suspeita de uma fratura na região.

O departamento médico do Santos, no entanto, não garantiu a presença de Rodrygo em campo no fim de semana. De acordo com o clube, o atacante “permanece com dores no tornozelo esquerdo e será reavaliado diariamente e ficará em tratamento no Cepraf”. A participação dele na partida deverá ser definida nos próximos dias.

Rodrygo se contundiu na derrota da última terça-feira diante do Nacional, no Uruguai, pela Libertadores, e precisou ser substituído aos 28 minutos do segundo tempo. O lateral Fucile foi o responsável pela lesão, ao dar uma dura entrada no atacante, e causou polêmica mais tarde ao admitir que tentara tirar o brasileiro do jogo de propósito para impedir dribles.