Lei do Ex! Com ‘obra-prima’ de Gabigol, Flamengo vence Santos e é ‘campeão’ do 1º turno

  • Por Jovem Pan
  • 14/09/2019 18h55
Nayra Halm/Estadão ConteúdoGabigol comemora o golaço marcado na vitória do Flamengo sobre o Santos

No jogo do líder contra o vice-líder do Campeonato Brasileiro, melhor para o primeiro colocado. Em um Maracanã lotado, com mais de 68 mil torcedores, o Flamengo confirmou a boa fase, venceu o Santos por 1 a 0 e garantiu o título simbólico do primeiro turno da competição nacional. O único gol da partida foi marcado por Gabigol, num toque espetacular de cobertura de fora da área, pouco antes do intervalo. Mesmo tendo sido revelado pelo Santos, o atacante comemorou normalmente, com a sua característica “marra”.

O resultado fez o Flamengo disparar na liderança do Brasileirão. Agora, o time comandado por Jorge Jesus soma 42 pontos – três a mais que o Palmeiras, novo vice-líder, e cinco à frente do Santos, agora terceiro colocado.

Flamengo e Santos voltam a campo no próximo sábado. Às 17h (de Brasília), a equipe carioca visita o Cruzeiro, no Mineirão. Já às 21h, o time alvinegro desafia o Grêmio, na Vila Belmiro.

Santos abdica da bola, e pintura de Gabigol põe Flamengo na frente

O Santos sem a bola, marcando demais, e o Flamengo com a defesa adiantada, trocando passes e ocupando o campo ofensivo. Esse foi o cenário do primeiro tempo no Maracanã. Apesar da proposta de jogo contrária às ideias de Jorge Sampaoli, no entanto, o time alvinegro foi bem na metade inicial da partida e até levou perigo ao gol de Diego Alves – principalmente em uma finalização de Soteldo que parou nas pernas de Rodrigo Caio poucos metros à frente do gol.

O goleiro do Santos, Everson, não teve tanto trabalho antes do intervalo, é verdade, mas foi vazado nos minutos finais da etapa inicial. E graças ao talento absurdo de Gabigol. Após erro de passe de Sasha, o atacante recebeu de Everton Ribeiro, cortou para a perna esquerda e, com imensa categoria, fez um golaço de cobertura de fora da área. Uma pintura contra o ex-clube que colocou o time rubro-negro na frente. Foi o 16º gol do artilheiro do Brasileirão e o 30º no ano.

Ritmo cai, e Flamengo garante título simbólico

O segundo tempo foi menos movimentado que o primeiro. Sampaoli colocou Uribe no lugar do estreante Luan Peres, apostou na entrada de Cueva, que não jogava desde maio, e sacou Carlos Sánchez para lançar o veloz Felipe Jonatan. Mesmo assim, o Santos não chegou a ameaçar a vitória do Flamengo em nenhum momento. Pelo contrário: mais vertical, o time rubro-negro criou chances de gol e por pouco não ampliou com Bruno Henrique e Arrascaeta.

No fim, o triunfo e o título simbólico do primeiro turno do Campeonato Brasileiro ficaram em boas mãos.