Lesionado, Rodrygo não viaja com elenco e desfalcará o Santos em Chapecó

  • Por Estadão Conteúdo
  • 21/07/2018 20h13
GUILHERME DIONíZIO/ESTADÃO CONTEÚDOSem Rodrygo, o técnico Jair Ventura deve desistir de escalar um quarteto de atacantes

Com dores no seu joelho direito, o atacante Rodrygo acabou ficando fora do treino que o Santos realizou neste sábado (21), no CT Rei Pelé, e depois acabou não embarcando com o time para viajar até Chapecó, onde a equipe enfrentará a Chapecoense no domingo (22), às 19 horas, na Arena Condá, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O jovem de 17 anos já era tido como provável desfalque santista desde a última sexta-feira, quando exames detectaram uma lesão em seu joelho e a assessoria do clube da Vila Belmiro confirmou que ele tinha “poucas chances” de atuar em Santa Catarina.

Rodrygo havia sido substituído durante o segundo tempo do clássico com o Palmeiras, na última quinta-feira, no Pacaembu, onde o Santos buscou um empate por 1 a 1 na partida válida pela 13ª rodada do Brasileirão.

Sem Rodrygo, o técnico Jair Ventura deve desistir de escalar um quarteto de atacantes, que foi visto contra os palmeirenses em um setor ofensivo que também contou com Eduardo Sasha, Gabriel e Bruno Henrique. E Léo Cittadini é o favorito para ficar com a vaga aberta na formação titular santista para o duelo em Chapecó

O Santos também não terá neste domingo o volante Alison, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O seu substituto deverá ser Diego Pituca, que ficou de fora do confronto com o Palmeiras por estar cumprindo suspensão.

Caso Jair confirme essas trocas, o Santos vai entrar em campo para encarar a Chapecoense com a seguinte formação: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Dodô; Diego Pituca, Léo Cittadini e Jean Mota; Gabriel, Eduardo Sasha e Bruno Henrique.