Peres confirma afastamento de coordenador da base acusado de abuso sexual

  • Por Jovem Pan
  • 19/04/2018 15h00 - Atualizado em 19/04/2018 15h22
Ivan Storti/Santos FCJosé Carlos Peres afastou Ricardo Marco Crivelli, o Lica, da categoria de base do Santos

Na última semana, Ruan Patrick Aguiar de Carvalho, ex-jogador do Santos, denunciou que em 2010 foi abusado pelo atual coordenador da base do Peixe, Ricardo Marco Crivelli, o Lica, em 2010. Ruan fez um boletim de ocorrência, que já resultou na abertura de um inquérito do caso na Delegacia de Repressão e Combate à Pedofilia de São Paulo.

Nesta quinta-feira (19), o presidente do Santos José Carlos Peres e sócio de Lica na empresa Saga Talent, se pronunciou e confirmou que o coordenador da categoria de base do Santos foi afastado do cargo e que outras medidas podem ser tomadas pelo clube dependendo do transcorrer das investigações.

“Lica trabalha no futebol há mais de 20 anos, sem nenhuma mancha. Fomos pegos de surpresa com essa denúncia. Imediatamente o Comitê Gestor de Santos se reuniu e optou pelo afastamento do profissional para que ele possa de defender, disse o presidente do Peixe, em entrevista coletiva.

Peres comentou também sobre o conturbado momento político do clube alvinegro e deu a entender que o fato do caso de abuso sexual ter vindo à tona neste momento pode ter relação: “o Santos vive um momento político forte. O caso dele está em sigilo de Justiça. Não vamos poder falar muito. Aqui as pessoas são bem recebidas. Os homens passam, mas o clube fica”.