Presidente do fim do jejum, Marcelo Teixeira é eleito no Santos após 14 anos com missão de reerguer o clube

Empresário sucederá Andrés Rueda, que ficou marcado pelo rebaixamento à Série B; mandato começa em 1º de janeiro e vai até o final de 2026

  • Por da Redação
  • 09/12/2023 19h56 - Atualizado em 09/12/2023 19h58
MAURÍCIO DE SOUZA/ESTADÃO CONTEÚDO Marcelo Teixeira comemora sua vitória nas eleições presidenciais do Santos Marcelo Teixeira comemora sua vitória nas eleições presidenciais do Santos em frente à Vila Belmiro

Marcelo Teixeira foi eleito como o novo presidente do Santos neste sábado, 9. Ele assumirá o cargo no lugar de Andrés Rueda e terá como principal desafio levar a equipe de volta à elite do futebol nacional. Com um total de 3.492 votos, Teixeira venceu os concorrentes Ricardo Agostinho, Wladimir Mattos, Rodrigo Marino e Maurício Maruca. Essa não é a primeira vez que o empresário assume a presidência do clube. Ele já esteve à frente do Peixe por duas vezes, sendo a última em 2009. Peixe Agora, após 14 anos, retorna ao comando do clube da Baixada Santista. Sob seu comando, o Peixe conquistou o Campeonato Brasileiro de 2002, encerrando um jejum de 18 anos sem títulos. Ele também ganhou o Brasileirão de 2004, além dos Paulistas de 2006 e 2007. O novo mandato começa no dia 1º de janeiro de 2024 e termina no fim de 2026.

Além de lidar com o rebaixamento para a Série B, o novo mandatário terá que enfrentar a crise financeira que assola o Santos. A situação delicada exige medidas para ajustar as finanças do clube e garantir sua estabilidade. As eleições para presidente do Santos foram marcadas por momentos de tensão. Torcedores tentaram invadir o ginásio onde ocorria a votação, resultando em confusão. A polícia foi acionada e conseguiu controlar a situação, garantindo a continuidade do processo eleitoral.

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.