Presidente do Santos será julgado pelo STJD por insinuar favorecimento do VAR ao Flamengo

  • Por Jovem Pan
  • 06/11/2019 16h27
Johnny Drum/Jovem PanPresidente eleito do Santos, José Carlos Peres participou do Esporte em Discussão na Rádio Jovem Pan

José Carlos Peres, presidente do Santos, será julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol (STJD) por conta das declarações em que insinuava um suposto favorecimento do árbitro de vídeo ao Flamengo.

Durante entrevista a Rádio Energia 97, no dia 11 de outubro, o presidente do Santos, José Carlos Peres criticou os árbitros que atuam no Campeonato Brasileiro e a Comissão de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

“Se depender do VAR, o Flamengo é campeão”, disse. O presidente completou: “Não falei que o Flamengo é culpado. Queria estar no lugar do Flamengo. É questão dos juízes… VAR veio para ajudar, mas é a mesma coisa de dar uma Porsche para quem não sabe dirigir. Vão falar que errada é a Porsche”, disse o mandatário.

Peres foi enquadrado no artigo 258 inciso II: “desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões.”. A pena possível é de suspensão por 15 a 180 dias.