Sánchez diz que pode melhorar muito e fala para Santos imitar Uruguai

  • Por Jovem Pan
  • 07/08/2018 10h37
Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FCSánchez jogou contra o Botafogo, mas não conseguiu se destacar

Carlos Sánchez chegou ao Santos em meio a uma turbulência, com a troca de técnico e o time na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Nesta terça-feira (7), ele deu uma entrevista em que comentou sobre esses problemas, admitiu que pode melhorar e deu uma dica para o Peixe evoluir na temporada.

Sánchez só disputou duas partidas pelo Santos e entende que melhorou fisicamente, mas ainda pode render mais com a bola: “ficou a sensação de poder melhorar muito. Esse jogo me deu confiança para seguir melhorando, principalmente no físico, porque não jogava 90 minutos há muito tempo. Tenho que pegar rodagem e melhorar em todos os aspectos, físico, técnico, tático, adaptação”.

Sánchez, que disputou a Copa do Mundo pelo Uruguai, disse que o Santos pode jogar de forma parecida: “tem que manter a tranquilidade. O Uruguai ganhava de 1 a 0, 2 a 1, com resultado justo. Mas resultados curtos vêm de um esforço bárbaro para ganhar. Depois de tantas chances, pode sair um gol só. Tem que converter as oportunidades para pegar confiança, aliviar, e poder fazer mais gols”.

Como um dos problemas do Santos é a falta de articulação no meio-campo, Sánchez esclareceu que pode jogar tanto como meia ofensivo quanto como volante: “falei muito com Cuca e a verdade é que me deu suas ideias. Sempre que chegamos a um clube, pensamos em jogar e o técnico dá indicações do que pretende. A ideia é fazer à perfeição. Eu gosto, me sinto bem, e se me pede vou tentar fazer bem, assim como de volante ou chegando mais à área. Temos que estar preparados para tudo”.