Santos empata com o Red Bull Brasil e garante vaga nas semifinais do Campeonato Paulista

  • Por Jovem Pan
  • 26/03/2019 22h15 - Atualizado em 26/03/2019 22h30
Ivan Storti/Santos FCPara seguir vivo na disputa do título estadual, o Santos precisou superar a equipe de melhor campanha da primeira fase, o Red Bull Brasil

A classificação do Santos para as semifinais do Campeonato Paulista foi tranquila. Após vencer o Red Bull Brasil no duelo de ida por 2 a 0, nesta terça-feira (26) o time comandado pelo técnico Jorge Sampaoli ficou no empate sem gols no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, e avançou na competição estadual.

Diferente do que aconteceu no último sábado (23), o Peixe teve um desempenho apenas burocrático nesta terça, mas o suficiente para garantir a primeira vaga nas semifinais. O time agora aguarda o seu adversário, que só será conhecido após o fechamento das quartas de finais, nesta quarta-feira (27).

O jogo

Apesar do jogo morno, o Santos começou a pleno vapor e não demorou para levar perigo. Logo com um minuto, Eduardo Sasha foi lançado e aproveitou cochilo da defesa para ficar sozinho na área, mas parou em Júlio César. O goleiro da casa ainda precisou trabalhar em duas oportunidades seguidas, aos sete e aos nove, em tentativas de Carlos Sánchez e Diego Pituca.

Aos poucos, o Red Bull Brasil encaixou a marcação na defesa e diminuiu o ímpeto santista. Os visitantes até mantinham a posse, rondavam a área, mas já não criavam tanto. Enquanto isso, os donos da casa buscavam o contra-ataque e abusavam dos lançamentos longos, sem sucesso.

Sem muita criatividade, o Red Bull Brasil só assustaria pela primeira vez em chute de longe, aos 27. Aderlan tentou e jogou rente à trave. A resposta do Santos, porém, foi mais perigosa. Sánchez cruzou e Pituca cabeceou cruzado, para grande defesa de Júlio César.

O jogo ficou aberto por um momento, e o Red Bull Brasil teve outro grande momento logo na sequência. Roberson avançou com liberdade pela direita e rolou para Deivid, que furou praticamente com o gol vazio.

Mas parou nisso. Rapidamente, o ritmo mais lento voltou a tomar conta do confronto. A entrada de Rodrygo até deixou o Santos mais insinuante, mas não o suficiente para pressionar o adversário.

O segundo tempo foi de poucas oportunidades. Na melhor do Red Bull Brasil, Osman aproveitou erro de Felipe Jonatan e arriscou de fora da área, no travessão. A resposta santista foi com Rodrygo, após belo lançamento de Sánchez. Mesmo sozinho, o atacante jogou para longe e manteve o placar zerado.

Com informações de Agência Estado