Santos joga mal, perde gols e disputa com River Plate (URU) fica no 0 a 0

  • Por Jovem Pan
  • 12/02/2019 21h48
EFEClaudio Herrera, do River, disputa a bola com Soteldo; jogo de volta será no Pacaembu

Santos e River Plate (URU) não saíram do zero a zero na noite desta terça-feira (12), em Montevidéu. Na partida de ida da primeira fase da Copa Sul-Americana, o time treinado por Jorge Sampaoli perdeu chances de gol e teve de lidar com a expulsão de Orinho. O jogador deixou a equipe com 10 homens em campo durante metade do segundo tempo.

Os dois times voltam a se enfrentar daqui a duas semanas, às 19h15, no Pacaembu. Por causa de punição sofrida em 2018, o Santos ainda tem duas partidas a cumprir com portões fechados. O time brasileiro precisa vencer para se classificar, enquanto o River jogará por empate com gols. A repetição do placar leva a disputa para os pênaltis.

O primeiro tempo teve poucas emoções. O Santos começou a partida recuado e viu o River chegar duas vezes ao ataque nos primeiros minutos, mas sem perigo. Aos 13, Derlis González ficou na cara do goleiro e teve finalização defendida. Ele conseguiu o rebote e rolou a bola para Copete chutar e o gol foi salvo em cima da linha pelo zagueiro Iván Silva.

Derlis ainda teve chance para finalizar de voleio, mas a bola saiu por cima. No começo segundo tempo, o Santos aumentou o ritmo e teve um gol anulado, de Copete, além de chances claras perdidas por Carlos Sánchez e Diego Pituca. O panorama da partida, contudo, mudou aos 21 minutos, quando Orinho foi expulso por falta na entrada da área.

O River se empolgou com a superioridade numérica e deixou a postura cautelosa. Aos 24, Vanderlei fez grande defesa após Mauro Da Luz invadir a área pelo lado direito e chutar forte. Apesar da empolgação, porém, a equipe uruguaia pouco ameaçou a defesa adversária. Sem conseguir contra-atacar, o Santos se conformou com o resultado e conseguiu segurar o placar.

*Com informações do Estadão Conteúdo