Santos leva gol no último lance e cede empate ao Bragantino

Time de Bragança Paulista ganha gás na luta contra o rebaixamento e respira fora da zona da degola

  • Por Jovem Pan
  • 08/11/2020 22h41 - Atualizado em 08/11/2020 22h43
LUCIANO CLAUDINO/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO - 08/11/2020Léo Ortiz do Red Bull Bragantino realizou gol aos 50 minutos do segundo tempo

O Santos esteve muito perto de conseguir neste domingo, 8, uma importante vitória fora de casa e se aproximar dos líderes na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Um gol do Red Bull Bragantino sofrido já aos 50 minutos do segundo tempo, porém, decretou o empate por 1 a 1 e manteve o time alvinegro fora da zona de classificação a Copa Libertadores. Com gols de Soteldo e Léo Ortiz, ambos na etapa complementar, as duas equipes ficaram na igualdade no placar, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP), neste domingo, em duelo válido pela 20.ª rodada. O resultado no apagar das luzes acabou fazendo justiça ao melhor desempenho da equipe mandante na partida.

O empate deixa o Santos na sétima colocação com 31 pontos, a cinco de distância do líder Internacional. Já o Red Bull Bragantino ganha um gás na luta contra o rebaixamento e respira fora da zona da degola, na 16.ª posição com 20 pontos. As duas equipes foram a campo com desfalques importantes, ambos por suspensão. O Red Bull Bragantino perdeu o meia Claudinho, enquanto que o Santos não contou com o atacante Marinho, ambos artilheiros dos respectivos times nesta temporada. A principal ausência, no entanto, foi a do técnico Cuca. O treinador santista testou positivo para o novo coronavírus e, por isso, está sendo mantido em observação e isolamento social desde a manhã de sábado. Ele foi substituído pelo irmão e auxiliar Cuquinha à beira do gramado. O primeiro tempo terminou empatado sem gols, apesar da superioridade do Red Bull Bragantino em termos de chances criadas. Foram oito finalizações, contra apenas três do Santos, nenhuma delas com real perigo para o goleiro Cleiton. João Paulo, por sua vez, viu Cuello acertar o travessão santista em um chute colocado da entrada da área e ainda precisou fazer uma grande defesa em cabeceio de Artur.

“Nosso time não entrou em campo”, chegou a desabafar o zagueiro Lucas Veríssimo na saída para o intervalo, depois de uma etapa inicial em que nada deu certo para a equipe visitante. No segundo tempo, porém, foi o Santos que conseguiu sair à frente no placar, com um gol meio esquisito aos 18 minutos do segundo tempo. Soteldo entrou na área, bateu cruzado para o meio e o zagueiro Léo Ortiz acabou mandando contra a própria rede ao tentar cortar com a mão. O árbitro chegou a apontar para a marca do pênalti, mas esperou a conclusão do lance antes de apitar. Ainda assim, deu o gol para o venezuelano. Depois de se recuperar do baque, o Red Bull Bragantino voltou a pressionar e acabou premiado após uma segunda bola na trave, com Artur, e um gol perdido por Hurtado quase embaixo das traves. Já no último minuto dos acréscimos, o mesmo Léo Ortiz aproveitou um escanteio para subir e empatar o duelo.

*Com informações do Estadão Conteúdo