Vice do Independiente diz que alerta sobre irregularidade de Sánchez foi feita por jornalista brasileiro

  • Por Jovem Pan
  • 28/08/2018 15h30 - Atualizado em 28/08/2018 15h44
Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FCEscalação irregular de Carlos Sánchez na ida mudou o placar de 0 a 0 para 3 a 0 para o Independiente

Pouco tempo depois da Conmebol anunciar a punição ao Santos pela escalação de Carlos Sánchez na partida contra o Independiente, pelas oitavas de final da Libertadores da América, o vice-presidente do clube argentino, Pablo Moyano, concedeu uma entrevista ao Diário Olé e explicou como tomaram conhecimento da irregularidade do atleta do Santos.

“Antes do jogo não sabíamos de nada. Sabíamos apenas que nenhum jogador do Independiente tinha que cumprir alguma suspensão. A verdade foi alcançada através da versão de um jornalista brasileiro, que disse que o jogador Sánchez, do Santos, estava suspenso. Nós começamos a investigar e assim fizemos a denúncia”, revelou.

Pablo Moyano aproveitou a entrevista ao jornal argentino para eximir o Independiente de qualquer responsabilidade no episódio que culminou com a mudança do placar do jogo de ida de 0 a 0 para 3 a 0. Para o vice-presidente do clube de Avellaneda, a culpa foi exclusivamente do Peixe. “O erro foi da diretoria do Santos, não do Independiente”, completou.

Sobre o jogo de logo mais, Moyano acredita que mesmo com a vantagem, os argentinos não terão facilidade: “Vai ser uma típica partida de Copa e temos que jogar forte. Teremos uma atmosfera quente, mas o Independiente está preparado para jogar, mesmo com uma guerra lá fora”, finalizou o vice-presidente.