São Paulo fica no empate sem gols com o Novorizontino e torcida vaia

  • Por Estadão Conteúdo
  • 20/01/2018 21h07 - Atualizado em 20/01/2018 21h15
MARCELLO FIM/RAW IMAGE/ESTADÃO CONTEÚDOBrenner tenta finalizar de cabeça, mas manda para fora no duelo entre São Paulo e Novorizontino

O São Paulo terminou a temporada 2017 com festa da torcida no Morumbi, mesmo com uma campanha pífia no Campeonato Brasileiro, mas começou o ano em casa pressionado pelos fãs. Um pequeno protesto foi feito na porta do Morumbi neste sábado (20), com faixas que pediam reforços e questionavam se o time iria conquistar algo em 2018.

Apesar da estreia de Diego Souza, que entrou no segundo tempo, o time não conseguiu decolar e ficou apenas no 0 a 0 com o Novorizontino, pela segunda rodada do Campeonato Paulista – na primeira, perdeu para o São Bento. O torcedor incentivou durante os 90 minutos, mas vaiou após o apito final.

Dentro de campo, a equipe ainda deu sinais de que a pré-temporada está longe de acabar. Foram muitos erros de passes, principalmente na hora de dar o último, para tentar fazer o gol. Fisicamente o grupo ainda está distante das melhores condições. No primeiro tempo, conseguiu se impor, sem sofrer, mas também sem ameaçar muito.

A melhor chance veio aos 14 minutos, quando Petros acertou um bom chute na trave. Pouco depois, Marcos Guilherme recebeu de Shaylon e finalizou no canto, mas o lateral Tony salvou e evitou o gol. Teve ainda um bom cabeceio de Brenner, após cobrança de escanteio, que passou com perigo. A melhor chance do Novorizontino foi em cobrança de falta de Jean Carlos, que Sidão salvou.

Na etapa final, o São Paulo voltou disposto a abrir o marcador e quase conseguiu isso com Bruno Alves, que acertou cabeceio e Oliveira espalmou. Quando a torcida já mostrava um pouco de impaciência, Dorival chamou Diego Souza e o meia-atacante entrou em campo, fazendo sua estreia com a camisa do São Paulo. Pouco depois foi a vez de Cueva entrar.

A partir daí, a partida melhorou sensivelmente, com o São Paulo buscando jogadas de aproximação e o Novorizontino apostando na velocidade dos contra-ataques. E foi em uma dessas jogadas que o time do interior quase marcou seu gol, mas Rodrigo Caio teve uma recuperação excepcional e salvou a bola quase em cima da linha.

O duelo ficou acelerado no final e Shaylon teve boa chance, mas não pegou de jeito na bola. Na sequência, Caíque foi derrubado dentro da área e o árbitro Luiz Flávio de Oliveira nada marcou. A pressão era grande, mas os erros também. Rodrigo Caio chegou a marcar de cabeça, mas estava impedido. E apesar da insistência, o time não conseguiu balançar as redes do Novorizontino.

Com o empate, o São Paulo somou o seu primeiro ponto no Grupo B do Paulistão e voltará a jogar na próxima quarta, fora de casa, contra o Mirassol. O Novorizontino está com quatro pontos no Grupo C e duelará na quarta com o Botafogo, em Ribeirão Preto.