Artilheiro do São Paulo, Nenê agradece carinho da torcida e não se considera ídolo: “muito cedo”

  • Por Jovem Pan
  • 13/06/2018 00h00
MIGUEL SCHINCARIOL/ESTADÃO CONTEÚDONenê comemora o primeiro gol marcado no triunfo do São Paulo sobre o Vitória

Protagonista em mais um compromisso do São Paulo no Campeonato Brasileiro, ao marcar dois dos três gols sobre o Vitória na noite desta terça-feira (12), Nenê deixou o Morumbi aplaudido pelos torcedores. Após o triunfo, o camisa 7 celebrou o resultado, fez elogios ao trabalho de Diego Aguirre e destacou o a força do grupo Tricolor.

“Nós sabemos do potencial do nosso grupo. O Aguirre nos fez entender a força de cada um e estamos demonstrando isso dentro de campo. A mudança (de treinador) foi importante para essa melhoria, a intensidade da nossa equipe, a gana de ganhar. São Paulo é um clube para brigar por títulos”, comentou Nenê.

Com os dois gols marcados diante do Vitória, Nenê se isolou como artilheiro do São Paulo na temporada – 10 contra oito de Diego Souza. Para o meia-atacante são-paulino, esse bom momento é resultado da dedicação e união da equipe. Perguntado sobre o reconhecimento da torcida, o camisa 7 disse que ainda não se considera ídolo.

“Muito cedo para me considerar ídolo. Mas, estou feliz pelo carinho dos torcedores. Vou continuar dando a vida para representar esse clube. Ninguém esperava que com a minha idade eu poderia render o que estou rendendo. Agradeço a Deus pela oportunidade de viver essa fase. Não digo que é a melhor da minha carreira, mas uma das melhores”, concluiu.