Athletico vence o São Paulo no Morumbi com ajudinha de Volpi

  • Por Jovem Pan
  • 10/11/2019 17h54
BRUNO ULIVIERI/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDO

O Athletico Paranaense venceu o São Paulo por 1 a 0, na tarde deste domingo (10), no Morumbi, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Marcelo Cirino fez o gol da vitória do Furacão, com uma bela contribuição de Tiago Volpi.

São Paulo e Athletico Paranaense fizeram até um primeiro tempo movimentado no Morumbi, com boas chances para ambos os lados. Santos, recém-convocado para a seleção brasileira, impediu o Tricolor de abrir o marcador aos 7 minutos. Depois de chute de Reinaldo, a bola desviou no meio do caminho e exigiu grande defesa do goleiro no reflexo.

O Tricolor teve grande chance aos 21 minutos. Santos saiu jogando errado e a bola sobrou para Tchê Tchê. O volante passou para Vitor Bueno, que deixou Pablo cara a cara com Santos. O centroavante finalizou em cima do goleiro.  Aos 42, o Athletico teve grande chance com Cirino, mas Volpi defendeu. No rebote, Rony não conseguiu concluir e Arboleda tirou.

O São Paulo voltou para o segundo tempo jogando mais no campo de ataque do Athletico. Até os 15 minutos, eram 8 finalizações dos donos da casa, contra duas dos visitantes.

O Furacão teve uma excelente chance nos pés de Lucho González, aos 21 minutos. Rony faz boa jogada individual e cruza para Nikão, o centroavante rola para o argentino chegar batendo de primeira, mas a bola sobe um pouco mais do que ele gostaria. O São Paulo chegou muito perto de abrir o marcador aos 26, em um bate rebate na área. Reinaldo cruzou forte e Santos deu rebote. O jovem Gabriel Sara chegou dividindo, a bola explodiu nas suas pernas e voltou em direção ao gol, mas passou raspando a trave.

O Athletico fez o gol da vitória aos 44 minutos do segundo tempo. Marcelo Cirino soltou o pé de fora da área. A bola pingou quando chegava nas mãos de Tiago Volpi, o goleiro se enrolou todo e aceitou.

Ficha técnica São Paulo x Athletico Paranaense

São Paulo

Tiago Volpi; Daniel Alves, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Jucilei (Gabriel Sara), Tchê Tchê, Igor Gomes (Hernanes), Vítor Bueno e Antony; Pablo (Raniel)

Técnico: Fernando Diniz

Cartão amarelo: Reinaldo e Antony

Athletico Paranaense

Santos; Madson, Robson Bambu, Thiago Heleno e Márcio Azevedo; Wellington, Camacho (Erick) e Bruno Nazário (Lucho González); Nikão, Marcelo Cirino e Rony

Técnico: Eduardo Barros

Cartão amarelo: Camacho e Wellington