Corinthians e São Paulo vão para final com mistérios; veja possíveis escalações

  • Por Jovem Pan
  • 20/04/2019 18h15
© Rodrigo GazzanelAg. Corinthians Carille tem dúvida no meio e no ataque

Corinthians e São Paulo encerraram as preparações para a final do Campeonato Paulista, mas deixaram mistérios no ar. Os 2 técnicos terão que lidar com desfalques e deram poucas informações sobre as escalações do jogo deste domingo (21), na Arena Corinthians.

Corinthians

Júnior Urso não se recuperou de uma lesão muscular e está fora da final. Ele sequer foi relacionado para o jogo. O técnico Fábio Carille terá que escolher entre Richard e Ramiro para substituí-lo. O primeiro tem mais chances, pois jogou no lugar de Urso na partida de ida. Mas Ramiro tem melhores qualidades ofensivas, algo que o Timão pode precisar para ser campeão.

Carille tem outro mistério na escalação: Vagner Love ou Pedrinho na ponta direita? Nenhum dos 2 parece 100% adaptado a essa função. Ambos já tiveram bons momentos na temporada, mas costumam centralizar demais as jogadas. A experiência de Love deve pesar para que ele seja titular.

Outra possível mudança no setor ofensivo do Corinthians é a entrada de Sornoza no lugar de Jadson, mas seria uma surpresa.

São Paulo

A principal dúvida no Tricolor é se Liziero terá condições de jogo. Os exames não detectaram lesão na coxa, mas ele tem reclamado de dores e não treinou normalmente na véspera da partida. Mesmo assim foi relacionado para o jogo e, se acordar sem dores, tem chances de jogar.

Caso ele não entre em campo, Cuca tem 3 opções: Jucilei, Everton e Hernanes. O primeiro é quem tem mais chances atualmente.

Outra dúvida é no comando do ataque, já que Pablo não conseguiu se recuperar e até precisará passar por cirurgia. Cuca tem duas opções, Gonzalo Carneiro ou Everton Felipe. O uruguaio jogou na partida da ida, contra o Corinthians, mas foi mal. O outro tem feito atuações razoáveis e deve receber nova chance.

Prováveis escalações

Corinthians: Cássio, Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Ramiro; Vagner Love, Jadson e Clayson; Gustagol.

São Paulo: Tiago Volpi; Hudson, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Jucilei e Igor Gomes; Antony, Everton Felipe e Everton.