Depois de Luxemburgo e Leonardo, Aguirre surge como favorito no São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 09/03/2018 17h15 - Atualizado em 09/03/2018 17h20
Divulgação/InternacionalNo Brasil, Diego Aguirre trabalhou no Internacional e Atlético-MG

Cotados para assumir o São Paulo após a demissão de Dorival Júnior, Vanderlei Luxemburgo e Leonardo ganharam a concorrência de Diego Aguirre. O uruguaio, que já comandou Internacional e Atlético-MG e está sem clube desde setembro do ano passado quando deixou o San Lorenzo-ARG, despontou nas últimas horas como uma das opções para assumir o comando técnico do Tricolor.

Em entrevista coletiva no CT da Barra Funda nesta sexta-feira (9), o diretor-executivo de futebol do São Paulo, Raí, não confirmou o nome do futuro treinador são-paulino, mas revelou que as negociações estão avançadas. “Temos um nome para o próximo treinador e entre outros que estamos estudando, é unanimidade e está bastante avançado, mas ainda em negociação”, disse.

De acordo com o repórter Felipe Altarugio, da Jovem Pan, o nome de Diego Aguirre é o favorito para assumir o cargo de treinador do São Paulo. O uruguaio agrada os comandantes do futebol são-paulino e teria sido indicado pelo superintendente de relações institucionais do clube e seu compatriota, Diego Lugano.

Leonardo, a aposta

Antes de Diego Aguirre ser cogitado no São Paulo, Leonardo era o favorito para assumir o comando técnico do time. Ex-jogador do clube, identificado com a torcida e com experiência no futebol europeu, o treinador de 48 anos “é muito bem visto” dentro do clube, principalmente pela alta-cúpula Tricolor.

A favor de Leonardo pesam sua experiência como dirigente em grandes clubes europeus e também a boa relação com o Raí, ex-companheiro de São Paulo e Seleção Brasileira nos anos 90. No entanto, a pouca rodagem como treinador (trabalhou em apenas três clubes na carreira) pode ser um empecilho, o que o coloca como uma aposta, desagradando alguns conselheiros.