Ex-Liverpool lembra de derrota para o SPFC em 2005: ‘Se eu pudesse, voltaria no tempo’

  • Por Jovem Pan
  • 26/06/2019 09h30 - Atualizado em 26/06/2019 09h31
Reprodução SPFCSão foi campeão do Mundial de Clubes de 2005

Luis García, antigo camisa 10 do Liverpool e atualmente aposentado, recordou a dolorosa derrota dos Reds para o São Paulo no Mundial de Clubes de 2005. Em entrevista à ESPN Brasil, publicada nesta quarta-feira (26), o ex-atacante afirmou que ainda pensa na final perdida em Yokohama (Japão) e apontou Rogério Ceni como o principal responsável pelo resultado.

“Foi difícil para mim. Para ser honesto, para um jogador aposentado, perceber que você teve a chance de vencer aquele título e não o fez é bastante frustrante. Se eu pudesse, voltaria no tempo e tentaria fazer algo diferente para tentar vencer porque é um troféu especial”, lamentou o espanhol.

Naquele 18 de dezembro de 2005, o São Paulo abriu o placar com Mineiro, ainda no primeiro tempo. Para Luis García, as circunstâncias da partida dificultaram a vida da equipe inglesa no confronto.

“Eu ainda acho que poderíamos ter vencido aquele jogo porque éramos o Liverpool e o São Paulo provavelmente era o azarão. Mas nós encontramos um oponente muito complicado, que marcou um gol cedo e para nós foi muito difícil de reverter depois”, analisou.

Luis García também lembrou da memorável atuação de Rogério Ceni, responsável por parar o ataque do Liverpool. Na ocasião, o “Mito” exerceu oito defesas, impediu o empate e assegurou o tricampeonato do Mundial para os são-paulinos.

“Tivemos três gols anulados e um goleiro que foi muito difícil de bater. Ele estava em todas, fazendo defesas incríveis. Talvez tenha sido o melhor jogo da carreira dele. Tenho que dizer que ele era um goleiro fantástico”, concluiu.