Reforço do São Paulo sofre com lesões, tem tio famoso e é fã de Kaká; veja curiosidades

  • Por Jovem Pan
  • 03/04/2018 12h34 - Atualizado em 03/04/2018 12h44
Érico Leonan / saopaulofc.netCarneiro foi anunciado pelo São Paulo, mas quase foi para o Grêmio

O uruguaio Gonzalo Carneiro era desconhecido dos torcedores brasileiros até o final do ano passado. Em 2018 ele virou alvo do Grêmio e agora foi contratado pelo São Paulo. Com apenas 22 anos e só 39 jogos como profissional, ele já chama atenção por causa de algumas curiosidades. Conheça melhor o novo centroavante do tricolor paulista:

Tio famoso: Carneiro é sobrinho de Marcelo Zalayeta, atacante que defendeu a Juventus-ITA e o Sevilla-ESP. Ele contou que no passado já entrou em campo como “mascote” ao lado do tio, que o influenciou a ser jogador de futebol desde a infância. Ambos iniciaram a carreira no Danubio-URU.

Primeiro gol: Carneiro se profissionalizou pelo Defensor-URU. E o primeiro gol foi especial, pois ele saiu do banco de reservas e demorou apenas dois minutos para marcar, em jogo contra a Sud América. O jogo aconteceu na véspera do aniversário dele, que é em 12 de setembro.

Revelação tardia: apesar de atualmente Carneiro ser visto como uma promessa uruguaia, nem sempre foi assim. Ele não tem nenhuma passagem por categorias de base da seleção e só virou profissional aos 20 anos.

Altura: o São Paulo divulgou que Carneiro tem 1,94m. Isso significa que ele é o segundo jogador mais alto do elenco, atrás apenas do terceiro goleiro, Lucas Perri (1,96m). Ele fica acima até de Sidão (1,89m) e Jean (1,88m) e do alto zagueiro Aderlan (1,93m)

Fã de Kaká e Luís Fabiano: Carneiro chegou ao São Paulo sob indicação de Diego Lugano e já destacou outros dois são paulinos que admira muito: Kaká e Luís Fabiano. Sobre o meia, ele destacou a “altura, velocidade e capacidade técnica”. E a respeito do centroavante, Carneiro disse que “é um dos que mais seguia, pela qualidade e condições que sempre teve”.

Lesões: Carneiro já teve problemas com lesões ao longo da curta carreira. Quando cresceu 12 centímetros em um ano, por exemplo, ele teve dores no tendão, o que inspira cuidados até hoje. Outro problema do jogador é uma pubalgia, que ainda está sendo tratada. O Grêmio desistiu de contratá-lo justamente por causa desse problema físico. O São Paulo entende que o jogador vai se recuperar em cerca de três semanas, mas ele está sem ritmo: a última partida de Carneiro foi em novembro do ano passado.

“Joia”: esse é o apelido de Carneiro no Uruguai. Quando ele estava negociando com o Grêmio, um jornal do país chegou a chamá-lo assim na capa, dando “tchau” para o promissor jogador.