São Paulo bate o Inter e garante vaga direta na fase de grupos da Libertadores

  • Por Jovem Pan
  • 04/12/2019 23h26 - Atualizado em 04/12/2019 23h32
MAURíCIO RUMMENS/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

O São Paulo venceu o Internacional por 2 a 1, na noite desta quarta-feira (4), no Morumbi, e garantiu vaga direta na fase de grupos da Libertadores do próximo ano. Antony e Vítor Bueno marcaram para o Tricolor. Guilherme Parede descontou para o Colorado.

O Internacional começou a partida melhor, empurrando o São Paulo e marcando a saída de bola. O Tricolor mostrou dificuldades para criar jogadas. Igor Gomes elevou seu futebol e o nível do meio campo dos donos da casa. E foi dos pés dele que saiu o gol. Aos 15 minutos, o jovem deu uma linda enfiada de bola para Antony. O atacante deu um tapa com nojo na bola para superar Marcelo Lomba.

Depois de tomar o primeiro gol, o Inter se perdeu em campo e viu o São Paulo dominar a partida. Sem Fernando Diniz no banco de reservas, o Tricolor teve menos posse de bola no primeiro tempo – 43% x 57% -, mas ficou com vantagem no marcador. Mais vertical, foram oito finalizações nos 45 minutos iniciais.

O Tricolor aumentou o marcador aos 3 minutos do segundo tempo. Antony puxou um contra-ataque mortal e acionou Vítor Bueno, que só teve o trabalho de dar um toquinho no canto do goleiro colorado. Arboleda chegou a fazer o terceiro do São Paulo, de cabeça, mas foi marcado impedimento do zagueirão.

O Internacional diminuiu o placar com Guilherme Paredes. Depois de um chute de Paolo Guerrero, Volpi rebateu para o meio da área. A bola procurou Paredes, que só teve o trabalho de empurrar para as redes.

Na última rodada do Campeonato Brasileiro, o São Paulo encara o CSA, fora de casa, já classificado para a fase de grupos da Libertadores. O Inter encara o Atlético-MG, em casa, lutando pela 7ª colocação com o Corinthians.

Ficha técnica São Paulo x Internacional

São Paulo

Tiago Volpi; Juanfran, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Tchê Tchê, Daniel Alves e Igor Gomes (Toró); Vítor Bueno (Liziero), Antony e Pablo (Luan)

Técnico: Márcio Araújo

Cartão amarelo: Bruno Alves, Tchê Tchê e Vítor Bueno

Internacional

Marcelo Lomba; Heitor (Rafael Sóbis), Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenílson, Nonato (D’Alessandro), Guilherme Paredes e Neílton Nico López); Paolo Guerrero

Técnico: Zé Ricardo

Cartão amarelo: Víctor Cuesta, Uendel, Rodrigo Lindoso e Rafael Sóbis