São Paulo decide rescindir contrato com Jean, preso nos EUA acusado de agredir a esposa

  • Por Jovem Pan
  • 18/12/2019 16h05
Reprodução/Instagram Jean, do São Paulo, é acusado de ter agredido a esposa

O São Paulo decidiu rescindir o contrato do goleiro Jean, preso nos Estados Unidos nesta quarta-feira (18) acusado de agredir a esposa, Milena Bemfica, com oito socos, segundo o boletim de ocorrência. A informação foi divulgada inicialmente pelo GloboEsporte.com

O contrato de Jean com o São Paulo é válido até o fim de 2022. Segundo a publicação, a direção tricolor está reunida para definir os detalhes da rescisão do vínculo com o goleiro. Jean foi contratado junto ao Bahia no início da temporada 2018 por cerca de R$ 10 milhões.

Agressões

Na madrugada de hoje, Milena postou vídeos no Instagram relatando agressões físicas e psicológicas do arqueiro são-paulino. Nas publicações, ela aparece com o rosto machucado e pedindo socorro.

“Eu estou aqui em Orlando (EUA) e olha o que o Jean acabou de fazer comigo. Me ajude! Jean acabou de me bater. Gente, socorro. Mãe, calma que eu estou bem. Mas olha para isso, gente. Jean, goleiro do São Paulo, acabou de me bater. Eu quero Justiça! Olha o que ele está falando aqui na porta. Eu estou trancada no banheiro. Ai meu Deus!”, falou Milena, em uma das publicações.

Na sequência, a mulher do arqueiro são-paulino escreveu que precisava assimilar o que havia acontecido e relatou pressão psicológica por parte do atleta. Em print divulgado por Milena, Jean teria escrito: “Parabéns! Você terminou com a minha carreira. E suas filhas vão passar fome.”

Hoje de manhã. Milena voltou a usar o Instagram para tranquilizar seus seguidores: “Meus amores, como tem muita gente preocupada comigo e estou sem celular em outro lugar, já passou. Estou com as meninas e está tudo bem”, disse.