São Paulo sofre, mas vence o Fortaleza no reencontro com Rogério Ceni

  • Por Jovem Pan
  • 05/10/2019 19h02
JULIO ZERBATTO/MYPHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOPablo marcou o primeiro na vitória do São Paulo sobre o Fortaleza

O São Paulo fez o seu dever de casa ao bater o Fortaleza por 2 a 1, neste sábado (5), no Pacaembu, em confronto válido pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Pablo e Igor Gomes marcaram para os mandantes, enquanto Wellington Paulista foi o autor do tento solitário dos cearenses.

O confronto marcou o reencontro de Rogério Ceni com a torcida do Tricolor, que ovacionou o ex-goleiro com faixas, cânticos e bandeirões. O triunfo também foi o primeiro de Fernando Diniz à frente do time.

Agora, o São Paulo chega aos 39 pontos, sobe para a quinta posição e dorme dentro do G6. Já o Fortaleza segue com 25 pontos, permanecendo na 14ª colocação.

O próximo compromisso do São Paulo será contra o Bahia, na quarta-feira (9), na Arena Fonte Nova. No mesmo dia, o Fortaleza recebe a Chapecoense, no Castelão.

São Paulo entra no “modo Diniz”, mas marca por cima

Na primeira partida sob o comando de Fernando Diniz, o Tricolor mostrou um pouco da filosofia do treinador. Controlando a posse de bola e buscando as triangulações, o time atacou bastante pelo lado direito, com a trinca Juanfran, Daniel Alves e Antony. O time tentou colocar bastante a bola no chão e furar a marcação adversária com passes.

A equipe paulista, no entanto, também demonstrou mais organização nas bolas paradas. Em sequência de escanteios, Arboleda ganhou várias disputas e incomodou os nordestinos. O tento, por sua vez, saiu com Pablo. O centroavante aproveitou batida de falta de Daniel Alves para completar na segunda trave para o fundo do gol.

Fortaleza empata após enxame de vespas

O Tricolor paulista continuou melhor no embate, com Daniel Alves desperdiçando boa chance dentro da área. Entretanto, a partida precisou ser paralisada após um enxame de vespas, que encobriu a bandeirinha de escanteio. Após cinco minutos, o São Paulo voltou num ritmo um pouco mais lento.

O Fortaleza rapidamente se aproveitou da situação e conseguiu o empate através de um pênalti. Aos 36, Reinaldo derrubou André Dias dentro da área. Na cobrança, Wellington Paulista deslocou Tiago Volpi e deixou tudo igual.

No último lance da primeira etapa, o São Paulo teve a chance de descer para o vestiário em vantagem. Antony recebeu excelente enfiada de Daniel Alves, mas parou em Marcelo Boeck dentro da área.

Volpi evita a virada com defesa incrível

Na volta do intervalo, o São Paulo não conseguiu imprimir o mesmo ritmo, deixando a partida mais morosa. Com exceção de uma cabeçada errada de Antony, a equipe pouco ameaçou.

Para piorar, o time cearense quase virou o placar em belo arremate de Mariano Vázquez. O atacante soltou uma bomba de fora da área, mas Tiago Volpi se esticou todo para espalmar.

Igor Gomes entra e resolve a parada

Percebendo a queda de rendimento, Fernando Diniz sacou Hernanes e Juanfran para as entradas de Vitor Bueno e Igor Gomes. A alteração deu certo, e o São Paulo voltou a ficar à frente do placar com o jovem revelado nas categorias de base do clube.

Igor Gomes arrancou pela direita e tocou para Tchê Tchê, que enfiou para Antony. O ponta, então, se esticou para evitar a saída de bola e cruzou por baixo para o camisa 26, que completou para as redes.

O São Paulo ainda teve a chance de fazer o terceiro. Aos 36, Pablo cruzou por baixo para Vitor Bueno, que acertou a trave esquerda.

Reencontro com Ceni tem bandeirões

A partida realizada no Pacaembu marcou o reencontro de Rogério Ceni com a torcida são-paulina. Pela primeira vez, o ídolo foi adversário do São Paulo na capital paulista. Por isso, as torcidas uniformizadas estenderam faixas e gritaram o nome do treinador rival.

Retribuindo, Ceni acenou para as arquibancadas e bateu palmas para a torcida. Rogério também foi cumprimentado por quase todo o elenco do Tricolor Paulista.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 2 X 1 FORTALEZA

São Paulo: Tiago Volpi; Juanfran (Igor Gomes), Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Tchê Tchê, Hernanes (Vitor Bueno), Daniel Alves e Antony; Pablo.

Treinador: Fernando Diniz.

Fortaleza: Marcelo Boeck; Gabriel dias, Jackson, Quintero e Carlinhos; Felipe, Juninho, Edinho e Osvaldo; André Luís (Mariano Vázquez) e Wellington Paulista.

Treinador: Rogério Ceni.

Cartões amarelos: Pablo, Arboleda e Daniel Alves (São Paulo); Wellington Paulista e Gabriel Dias (Fortaleza)

Gols: Pablo, aos 13 do 1º tempo (São Paulo) e Igor Gomes, aos 33 do 2º tempo; Wellington Paulista, aos 36 do 1º tempo (Fortaleza)