Torcida do Binacional reclama de ingresso caro para estreia contra o São Paulo

  • Por Pedro Sciola
  • 04/03/2020 11h59 - Atualizado em 04/03/2020 13h08
Reprodução/TwitterElenco do Binacional comemora vitória no Peruano

O Binacional anunciou, na noite da última terça-feira (3), o valor dos ingressos para a sua estreia na Libertadores, marcada para a próxima quinta-feira (5), diante do São Paulo, no estádio Guillermo Briceño Rosamedina, em Juliaca. Cobrando 90 sóis (R$ 119) para a entrada mais barata, o clube peruano viu a sua torcida ficar revoltada com os valores.

A partida diante do Tricolor será a primeira na história da agremiação na Libertadores. Fundado em 2010, o Binacional conquistou o Campeonato Peruano de 2019, o seu primeiro título de expressão. Classificado para a competição continental, o clube decidiu exigir o valor mais caro de um jogo na sua casa de todos os tempos.

Segundo a imprensa peruana, nem a final do Peruano do ano passado, contra o Allianza Lima, teve um ticket com um valor tão alto assim. Na ocasião, o Binacional colocou a entrada mais barata em 50 sóis (cerca de R$ 66).

Se quiser acompanhar o embate com os são-paulinos no setor mais nobre do estádio, o torcedor do Binacional terá que desembolsar até 290 sóis (R$ 383). Veja a tabela completa abaixo.

Valores das entradas para Binacional x São Paulo

Nas redes sociais, os torcedores do Binacional reclamaram com a diretoria e pediram um ingresso mais acessível.

“O estádio vai estar vazio. Coloquem preços do alcance do público, a única coisa que eles fazem é afastar a torcida. Para as populares, 40 sóis está bem pago”, escreveu Josue Emmanuel, um fã do clube, em publicação o Facebook.

“Que ninguém vá.. Para que aprendam a colocar preços razoáveis… Futebol é uma paixão para todos e não um lucro de dinheiro”, reclamou Laura Angell.

Alguns torcedores, por outro lado, entenderam a postura do clube, que precisou gastar cerca de R$ 6 milhões para atender às exigências da Conmebol e poder atuar no Guillermo Briceño, localizado a 3.800 metros acima do mar.

Fora o time brasileiro, o Binacional também enfrentará como adversários do Grupo D o River Plate, da Argentina, e a LDU, do Equador.