Virada histórica em 2017 inspira São Paulo para novo duelo contra Botafogo

  • Por Jovem Pan
  • 29/09/2018 14h15 - Atualizado em 29/09/2018 14h26
Em sua volta ao São Paulo, Hernanes conduziu o time à virada épica contra o Botafogo

29 de julho de 2017, Botafogo x São Paulo, estádio Engenhão, Rio de Janeiro. Na zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o Tricolor precisava da vitória sobre os cariocas para deixar a posição incomoda e dar início à sua reação na competição nacional. E conseguiu de uma forma heroica vencer por 4 a 3.

Cueva abriu o placar na primeira etapa, mas o Botafogo conseguiu virar para 3 a 1 com dois gols de Marcos Vinicius e Guilherme. Cueva teve a chance de diminuir, mas desperdiçou um pênalti. Coube então a Hernanes chamar a responsabilidade e conduzir o time ao triunfo nos minutos finais, junto com Marcos Guilherme que marcou duas vezes.

A vitória épica sobre o Botafogo é considerada por muitos torcedores são-paulinos como o renascimento do time no Brasileirão do ano passado – foi a primeira vitória fora de casa na competição. O time conseguiu afastar o perigo do rebaixamento e chegou até a sonhar com uma vaga na Libertadores, o que não aconteceu por apenas quatro pontos.

E de tão importante que foi, aquele resultado serve de inspiração para o São Paulo em 2018. A situação do time atualmente é bem diferente, já que agora se encontra na ponta do Brasileirão, mas a necessidade de um novo triunfo no estádio Engenhão segue a mesma. Um tropeço no Rio de Janeiro pode significar a perca da liderança para Palmeiras ou Internacional.

Durante a semana, Jucilei que participou do duelo contra o Botafogo relembrou o confronto e o classificou como histórico: “Saímos perdendo de 3 a 1 e em pouco tempo conseguimos a virada. Jogar contra o Botafogo é sempre difícil, é time grande, ainda mais jogando diante dos torcedores, mas vamos encarar essa batalha e sair vitoriosos”.

Para este domingo, o volante são-paulino sabe que não encontrará facilidade novamente: “Esperamos um jogo bem difícil, o Botafogo está mais perto da zona de rebaixamento e precisa da vitória, mas queremos os três pontos. Vamos lá para vencer. Os outros times estão encostando, e para manter a liderança, dependemos só de nós”, concluiu.