‘Xodó’ de Cuca, Toró adia sonho de Europa: ‘Primeiro, tenho de dar retorno ao São Paulo’

  • Por Jovem Pan
  • 25/07/2019 18h01 - Atualizado em 25/07/2019 18h26
Newton Menezes/Futura Press/Estadão Conteúdo O atacante Toró tem 20 anos e dois gols como profissional

A recusa do São Paulo a uma proposta milionária por Antony deu indícios de uma possível mudança de postura do clube tricolor no mercado. E não só do clube… A mentalidade dos jovens de Cotia parece ser outra. Afinal, o sonho de jogar na Europa pode, por que não, ser adiado em alguns anos para que o retorno ao Tricolor seja não só financeiro, mas também esportivo.

É assim, por exemplo, que pensa Toró. Alçado aos profissionais por Diego Aguirre no ano passado, o jovem atacante, que ganhou espaço e já soma dois gols em dez jogos desde a chegada de Cuca, pretende permanecer por algum tempo no clube que lhe deu as primeiras chances na elite do futebol brasileiro antes de realizar o desejo de atuar no Velho Continente.

“Eu procuro sempre pensar primeiro no São Paulo”, afirmou Toró, em entrevista exclusiva ao repórter Giovanni Chacon, da Rádio Jovem Pan. “É o clube que me ajudou, com o qual me identifiquei e cuja camisa eu quero sempre honrar. Deixo a Europa mais para frente, porque primeiro eu tenho de dar retorno ao São Paulo. Estou trabalhando bastante, focado e pensando apenas em ajudar o São Paulo”.

No clube tricolor desde 2017, quando foi contratado após se destacar pelo Primavera na Copa São Paulo de Futebol Júnior, o jogador de 20 anos foi bem em Cotia e, em menos de dois anos, já ganhou o status de peça importante do time principal do São Paulo. Com contrato até 2023, ele já recebeu sondagens do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, e tem ganhado cada vez mais oportunidades com o técnico Cuca. Diante de Goiás e Chapecoense, por exemplo, anotou dois belos gols – os seus únicos na equipe de cima, por enquanto.

Questionado sobre quais eram as suas inspirações no futebol, Toró não pestanejou: “no São Paulo, é o Hernanes, pela liderança e capacidade de ver as coisas, de observar, enxergar os erros e procurar sempre o melhor de todos. Fora, eu me inspiro muito no Messi e no Neymar, que são caras espetaculares”.

Toró também falou sobre a boa relação entre os jogadores do São Paulo, celebrou a disputa por posição no ataque tricolor e exaltou o técnico Cuca. A entrevista vai ao ar, na íntegra, no próximo domingo, na Rádio Jovem Pan. Fique ligado!