Em votação, sócios aprovam mudança do Botafogo para clube-empresa

  • Por Jovem Pan
  • 28/12/2019 13h38
Divulgação BFREstádio Nilton Santos

Os sócios votaram e aprovaram nesta sexta-feira (27), por 415 votos a favor e oito contrários, a continuidade do projeto da Botafogo S/A, que pretende separar o departamento de futebol da parte social do clube em 2020.

Presidente do Conselho Deliberativo, Edson Alves Júnior celebrou a decisão. “Mais um passo nesse momento histórico que vive o Botafogo. O quadro social entendeu que a aprovação do Conselho era necessária. Ela referendou essa aprovação, quase 98% de votos favoráveis. É mais um passo. A gente sabe que o caminho é longo e árduo, mas é um caminho de esperanças.”

A exemplo do que disse no último dia 12, quando o Conselho Deliberativo aprovou por unanimidade a Botafogo S/A, o dirigente falou em “dia histórico”. “Graças a Deus, estamos tendo vários dias históricos para o Botafogo. É mais um dia histórico, sim. Dia muito relevante porque o poder maior do clube, que é a sua assembleia de sócios, está referendando e ratificando o que o Conselho Deliberativo aprovou. Isso é uma forma muito interessante do sócio botafoguense dizer: ‘Eu acredito, sigam em frente’. É uma mensagem ao Conselho Direito: ‘Sigam em frente, esse é o caminho, e vamos apoiar’.”

Sobre os passos seguintes a serem dados, afirmou não ser o mais indicado para tratar do tema. O líder do projeto dos investidores é Laércio Paiva. Ainda assim,fez um breve resumo dos próximos capítulos da Botafogo S/A.

“Eu confesso que não sou a pessoa indicada para dizer isso. Era uma necessidade que houvesse essas aprovações. Segue a negociação junto aos investidores, a criação da SPE (Sociedade de Propósito Específico) e o aprofundamento do estudo do projeto para que o mais rapidamente possível tudo possa ser colocado em prática. E o Conselho Deliberativo e seus sócios estão a postos. Sempre que forem convocados para que novas etapas sejam concluídas, isso certamente irá ocorrer.”

*Com Estadão Conteúdo