Técnico do Inter lamenta tragédia no CT do Flamengo e interrupção de sonhos: ‘Fui um menino desses’

  • Por Jovem Pan
  • 08/02/2019 13h14 - Atualizado em 08/02/2019 13h16
Reprodução/TV InterHellmann: "Fui um menino desses, morei embaixo de arquibancada, que tinha sonho de me tornar jogador profissional. Passei fome muitas vezes, dificuldades, mas tinha o mesmo sonho que esses meninos"

Diante da tragédia que deixou ao menos 10 mortos e outros três feridos em incêndio no CT do Flamengo, no Rio de Janeiro, muitos times, personalidades e técnicos se solidarizaram com as famílias das vítimas.

Em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (08), o técnico do Internacional, Odair Hellmann, lamentou a tragédia e lembrou que, assim como os atletas de base mortos no incêndio, ele também já teve o sonho de ser jogador profissional.

“Gostaria de me solidarizar com o clube Flamengo e, principalmente, com os familiares desses meninos que estavam nessa tragédia. Peço a minha força aos familiares e que eles, mesmo com as perdas irreparáveis, possam ter força e fé para continuar em frente. Fui um menino desses, morei embaixo de arquibancada, que tinha sonho de me tornar jogador profissional. Passei fome muitas vezes, dificuldades, mas tinha o mesmo sonho que esses meninos. Eles estavam lá dormindo, para treinar no outro dia e realizar seu sonho. Hoje é um dia difícil para o futebol”, disse antes de iniciar a coletiva.

Confira o vídeo na íntegra:

O incêndio

Um incêndio de grandes proporções atingiu durante o início da manhã desta sexta-feira (08) um alojamento das categorias de base do Flamengo, que fica na zona oeste do Rio de Janeiro. O incidente deixou 10 mortos, entre eles quatro jogadores do clube, dois que faziam testes e mais quatro funcionários.

Outros três jogadores da base ficaram feridos. Eles foram identificados pela Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro. São eles Cauã Emanuel Gomes Nunes, 14 anos; Francisco Diogo Bento Alves, 15 anos; e Jonathan Cruz Ventura, 15 anos.

Campeonato Carioca suspenso no fim de semana

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro decidiu no fim da manhã desta sexta-feira (08) que “não haverá futebol” no Estado neste fim de semana devido à tragédia que deixou 10 mortos, entre eles jogadores da base, no centro de treinamento do Flamengo.

Em postagem no Twitter, a Federação escreveu: “Decisão! Não haverá futebol no estado do Rio de Janeiro no fim de semana devido à tragédia ocorrida no Ninho do Urubu. A @FFERJ decretou luto oficial. #ForçaFlamengo”