Tite começou ciclo de experiências com 10 jogadores e indicou outras novidades que deve convocar

  • Por Jovem Pan
  • 17/08/2018 13h19 - Atualizado em 17/08/2018 15h58
EFE/Silvio AvilaEverton Cebolinha foi uma das maiores surpresas da convocação de Tite

A preparação da Seleção Brasileira para Copa do Mundo de 2022 será dividida em 3 ciclos. O primeiro, de curto prazo, começou nesta sexta-feira (17) e será recheado de testes para jogadores jovens e que defenderam o Brasil poucas vezes. Nos 2 primeiros amistosos já serão observadas 10 novidades.

Tite convocou 11 jogadores que não tinham sido levados para Copa do Mundo. Um deles, o goleiro Hugo, só entrou porque a partir de agora a Seleção Brasileira sempre treinará com um jogador de times sub-20.

As outras 10 novidades podem ser divididas em dois grupos: aqueles que já foram convocados alguma vez ou não. Neto (Valencia), Felipe (Porto), Alex Sandro (Juventus), Dedé (Cruzeiro), Fabinho (Liverpool) e Arthur (Barcelona) já foram chamados pela Seleção Brasileira. Os estreantes serão Andreas Pereira (Manchester United), Lucas Paquetá (Flamengo), Everton Cebolinha (Grêmio) e Pedro (Fluminense). E é justamente este segundo grupo que chama mais atenção, pois representa esperança de reformulação no time.

E os testes de Tite irão além disso. Na entrevista coletiva desta sexta ele citou diversos outros jogadores que estão na mira para futuras convocações: Militão (Porto), Marcinho (Botafogo), Rodrygo (Santos), Richarlison (Everton), Vinicius Jr. (Real Madrid), Malcom (Barcelona), David Neres (Ajax) e Douglas Luiz (a ser emprestado pelo Manchester City).

Edu Gaspar já deixou claro que as próximas 3 convocações deste ano (em setembro, outubro e novembro) serão usadas justamente para dar mais oportunidades a estes jogadores inexperientes.

O próximo ciclo, que será focado na Copa América de 2019 e portanto terá menos testes, só começará no ano que vem. O terceiro ciclo, visando apenas a Copa do Mundo, iniciará logo depois do torneio disputado no Brasil.