Três prováveis titulares da Seleção Brasileira estão em má fase nos clubes

  • Por Jovem Pan
  • 21/03/2019 11h03
Pedro Martins / MoWA PressMiranda virou reserva na Inter de Milão

Durante entrevista coletiva nesta quarta-feira (20), o zagueiro Miranda admitiu que não vive boa fase na Inter de Milão. Mesmo assim ele deve ser titular da Seleção Brasileira neste sábado (23), contra o Panamá. E mais 2 jogadores estão em situação parecida, o volante Casemiro e o meia Philippe Coutinho.

Miranda virou reserva da Inter de Milão nesta temporada, por causa de lesões e da contratação do holandês Stefan de Vrij. Ele admitiu que realmente está em uma situação complicada: “confesso que é um momento diferente na minha carreira. Sempre fui titular indiscutível e neste ano estou jogando um pouco menos”.

Casemiro foi muito criticado depois das eliminações do Real Madrid na Copa do Rei e na Liga dos Campeões. A imprensa até prejudicou a imagem dele no elenco, que antes era intocável. O que pode recuperá-lo é a volta do técnico Zinedine Zidane, que apostou no brasileiro na 1ª passagem e teve muito sucesso.

Philippe Coutinho até começou bem no Barcelona, mas caiu de produção até virar reserva de Dembélé no ataque. E mesmo com a recente lesão do francês, o brasileiro ficou no banco no último final de semana, em vitória contra o Bétis. É provável que ele saia para outro clube na próxima temporada.

Entre os outros prováveis titulares da Seleção, existem mais 2 jogadores que não são titulares absolutos, mas estão se firmando em seus clubes: Arthur e Lucas Paquetá tiveram boas atuações por Barcelona e Milan, respectivamente, mas são irregulares e ainda estão buscando espaço no time titular. Já na Seleção Brasileira eles surgem como esperança para resolver o problema do setor ofensivo, que ainda não convenceu depois da Copa do Mundo.

A provável escalação de Tite para enfrentar o Panamá tem Ederson; Fagner, Miranda, Militão e Alex Telles; Casemiro, Arthur e Paquetá; Coutinho, Richarlison e Firmino. A partida será às 14h (de Brasília) no Estádio do Dragão, em Lisboa.