Trio MS… e quem? Conheça as opções que o Barcelona tem para montar o ataque sem Neymar

  • Por Jovem Pan
  • 03/08/2017 14h30 - Atualizado em 03/08/2017 15h15
Funcionários retiraram Neymar de publicidade nas ruas de Barcelona

Neymar já é passado no Barcelona. O brasileiro já comunicou sua saída ao clube e foi até excluído das publicidades do clube pela Espanha. O momento agora é de pensar no futuro e de definir quem será o novo companheiro de Messi e Suárez no ataque azul-grená.

Muito se fala da ida de Philippe Coutinho, Dembelé e até de Mbappé, que já teria um princípio de acordo com o Real Madrid. Porém, antes do fechamento da janela de transferências, que na Espanha está marcado para o dia 1º de setembro, o Barcelona já terá uma série de compromissos importantes, como a disputa da Supercopa da Espanha contra o Real Madrid, e precisará de soluções caseiras para montar o seu ataque.

Ernesto Valverde tem três opções em seu elenco, mas nenhum desses atacantes joga pelo lado esquerdo, que era a posição de Neymar no time. Apesar disso, os três atenderam bem quando precisaram atuar fora da posição de origem. Ou seja: o treinador pode ter uma certa dor de cabeça na hora de definir o novo titular. Confira quais são os concorrentes à vaga de Neymar no ataque do Barça:

Trio MSM – Messi, Suárez e Munir

Munir El Haddadi, atacante de 21 anos, chegou no Barcelona aos 15 e começou a ser relacionado para a equipe principal desde 2014, sendo visto como a “quarta opção” do ataque do Barcelona por Luis Enrique. Porém, o clube decidiu que era melhor emprestá-lo para outro time para ganhar experiência e, por conta disso, o atacante jogou a última temporada no Valencia, onde marcou 7 gols em 36 jogos.

Munir atuou na maioria das partidas da temporada passada pelo lado direito, posição esta que é ocupada por Messi no Barcelona. Ele chegou a ser testado no lado esquerdo e marcou um gol nesta posição.

EFE

Trio MSA – Messi, Suárez e Alcácer

Contratado por 30 milhões de euros no começo da temporada passada, Paco Alcácer, de 23 anos, é uma jovem revelação do futebol espanhol e tem colecionado algumas convocações para a seleção. Na última temporada pelo Barcelona, teve como principal missão substituir Luis Suárez como centroavante e atendeu bem ao exigido. Foram 28 jogos e um total de oito gols.

Alcácer chegou a ser testado poucas vezes pelo lado esquerdo. Em uma delas, enquanto Neymar cumpria suspensão por cartão vermelho, o espanhol marcou um gol em cima do Real Sociedad, garantindo assim a titularidade no jogo seguinte, contra o Real Madrid.

Divulgação / FC Barcelona

Trio MSD – Messi, Suárez e Deulofeu

Assim como Munir, Gerard Deulofeu é mais uma dessas revelações que são emprestadas a outro time para ganhar experiência, algo bem comum no futebol espanhol. Deulofeu tem 23 anos, é formado pelas categorias de base do Barcelona e já passou por Everton, Sevilla e, nos últimos seis meses, pelo Milan. Voltou ao Barcelona no começo de julho, quando o clube exerceu sua prioridade de compra e o adquiriu por 12 milhões de euros. Foi uma das poucas contratações feitas pelo Barça nesta janela de transferências.

Em comparação com os seus dois concorrentes, Deulofeu é o que possui o melhor retrospecto como ponta esquerda. No Milan desde janeiro, ganhou a titularidade por este lado, marcou dois gols e deu duas assistências. O desempenho é superior ao apresentado na primeira metade da temporada, em que atuou poucos minutos pelo Everton jogando pela sua posição de origem, substituindo Lukaku.

Reprodução / Instagram