Uruguai e Argentina querem unir Messi e Suárez em campanha por Copa de 2030

  • Por EFE
  • 16/08/2017 15h48 - Atualizado em 16/08/2017 15h49

Messi e Suárez marcaram gols neste sábado em cima do Valencia

Argentina e Uruguai querem sediar juntos a Copa de 2030

A ministra de Turismo do Uruguai, Liliam Kechichián, anunciou nesta quarta-feira (16) que tentará juntar Lionel Messi e Luis Suárez antes do jogo entre a Celeste e a Argentina, do próximo dia 31, para que ambos promovam a campanha dos dois países para sediar a Copa do Mundo de 2030.

A ideia é que no dia 30 as duas estrelas do Barcelona se encontrem com autoridades impulsoras da pré-candidatura conjunta para receber a competição daqui a 13 anos.

“No dia da partida, os dois técnicos não vão liberá-los, mas temos a expectativa de que no dia 30 possamos ter os dois lado a lado como uma grande carta de apresentação do Mundial de 2030”, disse a ministra.

A ideia de reunir os dois craques, segundo Liliam, nasceu em julho, durante uma reunião de autoridades das duas nações na Casa Rosada, na Argentina. No encontro, foi determinada a criação de uma comissão de trabalho entre os dois ministérios de Turismo, a Associação do Futebol Argentino (AFA), a Associação Uruguaia de Futebol (AUF) e as secretarias de esportes. “Temos a esperança de que Messi e Suárez possam estar lado a lado com essa comissão que será formada”, declarou.

O ano de 2030 marcará o centenário da primeira Copa do Mundo, disputada em Montevidéu e em cuja final a seleção anfitriã bateu a Argentina por 4 a 2.