Vadão não confirma Marta por 90min, mas vê Brasil em condições de ‘encarar’ a França

  • Por Jovem Pan
  • 22/06/2019 14h19
Guillaume HorcajueloVadão é o treinador da Seleção Brasileira Feminina de futebol

Vadão acredita que a Seleção Brasileira tem condições de encarar a favorita França de igual para a igual no próximo domingo, nas oitavas de final da Copa do Mundo de Futebol Feminino. Em entrevista coletiva realizada na manhã deste sábado, o treinador mostrou confiança no duelo com as donas da casa.

“É mais um jogo com duas equipes que têm um potencial muito grande. O Brasil atravessou momentos difíceis, contusões, mas tem jogadoras individualmente muito boas. Acabamos pegando de surpresa a saída da Andressa Alves. Mesmo assim, temos uma Seleção que tem condição de fazer frente à França. A França tem a torcida a seu favor, vive um momento especial, mas, tecnicamente falando, as coisas só vão se resolver no campo. Nós nos sentimos muito confiantes em relação ao jogo”, afirmou.

Sobre Marta, que não disputou a estreia do Mundial devido a uma lesão na coxa e, aos 33 anos, vem de duas partidas seguidas em um intervalo de seis dias, o treinador não confirmou que ela tenha condições de permanecer em campo durante todo o jogo.

“A Marta não dá para prever que vai jogar os 90 minutos. Há o desgaste de cada jogo. Mas estou otimista em relação a isso. Em relação a Formiga, vamos esperar o treino. Ontem, ela só fez um leve trote. No dia de hoje, a gente espera que ela participe e que a gente possa contar. Todos os esforços foram feitos.”

Decisivo, o confronto entre Brasil e França está marcado para o próximo domingo, às 16h (de Brasília), em Le Havre. Quem vencer avança para as quartas de final da Copa do Mundo. Quem perder, por sua vez, está fora do principal torneio do planeta.