Vagner Mancini conta os segredos que adotou para derrotar o Flamengo

Após 154 dias, o Atlético-GO voltou a entrar em campo e surpreendeu o atual campeão brasileiro

  • Por Pedro Marques
  • 17/08/2020 20h18
Heber GomesAtlético-GO de Mancini superou o Flamengo por 3 a 0

Em entrevista ao programa Seleção Jovem Pan, o técnico Vagner Mancini, do Atlético-GO, analisou a vitória surpreendente por 3 a 0 diante do Flamengo, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

“Nós tínhamos uma estratégia de sufocar o Flamengo no começo do jogo e acabou dando certo. O Atlético se impôs e fez dois gols ainda no primeiro tempo. Isso acabou gerando muita confiança, e sinceramente, pelas partidas que eu tenho visto, foi um jogo perfeito dentro do aspecto tático, técnico, de motivação e superação”, analisou o treinador.

Minutos antes da bola rolar, o atual campeão brasileiro confirmou que Rodrigo Caio, zagueiro de origem, seria improvisado na lateral-direita. “Eu não tinha essa informação. O Atlético já está acostumado a fazer alguns tipos de marcação, aquela mais adiantada e outra no bloco de baixo. Sabíamos que essas marcações seriam usadas, para sufocar ou baixar as linhas de marcação e usar o espaço que o Flamengo nos daria. Essa era a nossa estratégia. Quando eu bati o olho na escalação deles, imaginei que o Vitinho seria ala de um lado e o Filipe Luis do outro. Assim que fiquei sabendo (das mudanças) tentei passar isso o mais rápido possível para os jogadores”, explicou.

“A estratégia foi passada momentos antes da partida. Nossa ideia era utilizar as costas de Rafinha e Filipe Luís. Como o Rafinha não entrou em campo, a gente imaginou que o Rodrigo Caio entraria no time e incentivamos os atletas a explorarem aquele setor”

Nesse instante, o Atlético-GO ocupa a 7ª colocação do Campeonato Brasileiro. O próximo compromisso do Dragão é diante do Internacional, fora de casa, na quarta-feira (19), às 20h30.