Vasco vence Volta Redonda, mas está fora da semifinal da Taça Guanabara

  • Por Estadão Conteúdo
  • 04/02/2018 20h00 - Atualizado em 04/02/2018 20h34
Paulo Fernandes/VascoThiago Galhardo marca para o Vasco no duelo contra o Volta Redonda

O Vasco até fez a lição de casa e venceu o Volta Redonda por 3 a 1 em São Januário, mas não conseguiu o seu objetivo principal: classificar-se para as semifinais da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. Mesmo com a vitória nesta quinta rodada, o time de Zé Ricardo acabou eliminado ainda na primeira fase, devido à vitória do Bangu por 2 a 0 em cima da Cabofriense no estádio Correão, que acabou na vice-liderança do Grupo B.

Com sete pontos, o Vasco encerrou a primeira fase com apenas duas vitórias e um empate, além de duas derrotas. O Bangu, que obteve a classificação fora de casa, ficou com oito pontos, e agora se prepara para enfrentar o Boavista no próximo sábado, em jogo único. Como o adversário de Saquarema foi líder do Grupo C, com nove pontos, decide o jogo com o mando de campo e a vantagem do empate. A outra semifinal será entre Flamengo e Botafogo, com mando rubro-negro.

Mesmo com o time reserva, o Vasco não teve dificuldade para se impor. Com a saída de bola, o Volta Redonda começou trocando passes na defesa, até que o lateral Luís Gustavo tocou errado para o zagueiro Gilberto e deixou a bola de graça com Thiago Galhardo. O meia dominou frente a frente com Douglas Borges e encobriu o goleiro, aos 18 segundos de bola rolando.

No lance seguinte, aos três minutos, Caio Monteiro lançou Rildo entre os zagueiros e o atacante tentou tocar na saída do goleiro, mas Douglas conseguiu jogar pela linha de fundo. A resposta do Volta Redonda veio com Marcelo, que recebeu de Luís Gustavo pela direita e tentou bater firme, mas Martín Silva interceptou para jogar pela linda de fundo.

Explorando a velocidade pelas pontas, o Vasco ampliou o placar aos 15 minutos. Rildo recebeu pela esquerda, mas a marcação já estava em cima. O atacante cortou para o meio e tentou um cruzamento para Riascos. No meio do caminho, o zagueiro Bruno Costa deu apenas um toquinho e tirou o goleiro Douglas Borges da jogada, deixando a bola morrer no fundo das redes.

Pouco tempo depois, o volante Andrey puxou o contra-ataque pelo meio e acompanhou a movimentação de Riascos pela ponta direita. O colombiano recebeu e quase perdeu o equilibro, mas conseguiu se equilibrar e cruzou na medida para Rildo, que testou firme, mas o goleiro espalmou. Antes do apito final no primeiro tempo, o Vasco recebeu a notícia do primeiro gol do Bangu, que provisoriamente eliminava o clube.

O jogo voltou para o segundo tempo mais morno, com o Vasco se arriscando cada vez menos, enquanto o Volta Redonda se soltou um pouco mais, precisando de uma vitória para classificar. Em um lance aparentemente sem perigo, Bruno Cosendey recebeu pela esquerda e arriscou de muito longe, ainda na intermediária. A bola subiu, pegou velocidade e morreu dentro do gol, sem chances para o goleiro.

Até que aos 28 minutos a pressão do Volta Redonda finalmente surtiu efeito. Dija Baiano recebeu de Luís Paulo pela esquerda e cruzou em direção a Marcelo. Ele tentou dominar, tirou do zagueiro e bateu no contrapé de Martín Silva.

Na próxima quarta-feira, às 21h45min, o Vasco recebe o Universidad de Concepción no jogo de volta da segunda fase da Libertadores da América. No Chile, o time de Zé Ricardo conseguiu uma vitória larga, por 4 a 0, e já está com um pé na próxima fase.