Veja em que posições ficaram todas torcidas organizadas no Carnaval de São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 07/03/2019 10h15
DivulgaçãoPavilhão 9, torcida organizada do Corinthians, saiu da 7ª divisão do carnaval paulistano

Atualmente 8 torcidas organizadas de São Paulo têm escolas de samba. Três estão no Grupo Especial, com destaque para a Mancha Verde, do Palmeiras, que foi campeã em 2019. Mas nas divisões inferiores as outras torcidas também fizeram bonito, sendo que os corintianos da Pavilhão 9 até conseguiram um acesso.

Antes dos desfiles do Grupo Especial, já era possível apontar as torcidas organizadas como favoritas ao título, como fez a Jovem Pan. A Mancha soube aproveitar o forte patrocínio da Crefisa para fazer um belo desfile e conseguir o 1º lugar inédito.

Mas por pouco a conquista não ficou com a Dragões da Real, torcida organizada do São Paulo, que terminou em 2º lugar, apenas um décimo atrás. É a terceira vez que a escola da Vila Anástacio bate na trave, ficando com o vice-campeonato do Grupo Especial.

A Gaviões da Fiel, do Corinthians, fez um desfile empolgante, mas as notas causaram decepção. A escola terminou em 9º lugar. Mas vale lembrar que é a torcida organizada mais bem sucedida na história, com 4 títulos do Grupo Especial – o mais recente foi conquistado em 2003.

Divisões inferiores

A Independente Tricolor, outra torcida organizada do São Paulo, ficou em 4º lugar no Grupo de Acesso, que é a segunda divisão do Carnaval de São Paulo. É uma escola de samba que já chegou na elite, em 2018, mas caiu por causa de problemas técnicos e não conseguiu voltar dessa vez. Pérola Negra, campeã, e Barroca Zona Sul conseguiram o acesso.

Duas torcidas organizadas estão na terceira divisão. A Camisa 12, do Corinthians, e a Torcida Jovem, do Santos, não conseguiram sucesso no Grupo de Acesso 2. Os corintianos ficaram em 6º lugar. Os santistas terminaram na 9ª posição. O acesso ficou com a escola de samba Estrela do Terceiro Milênio.

A Torcida Uniformizada do Palmeiras (TUP) está na 5ª divisão do Carnaval paulista, o chamado Grupo de Acesso de Bairros. E vai ficar lá por mais um ano, pois só conseguiu a 8ª posição em 2019. Unidos de Guaianases e Mocidade Robruense subiram.

Quem conseguiu subir foi a escola de samba Pavilhão 9, torcida organizada do Corinthians. A agremiação saiu da 7ª divisão, Grupo de Acesso de Blocos, por ter ficado em 2º lugar, atrás da Unidos do Guaraú. Curiosamente, o Pavilhão 9 homenageou a Gaviões da Fiel no enredo de 2019.