Vice do Flamengo revela conversa com Diego e pede cautela após protesto

  • Por Jovem Pan
  • 22/07/2019 13h12
ReproduçãoCerca de 20 torcedores do Flamengo protestaram contra o time na tarde deste sábado, no aeroporto Tom Jobim (RJ)

Marco Braz, vice-presidente do Flamengo, concedeu entrevista coletiva nesta segunda-feira (22) e comentou sobre os protestos que o time sofreu no último sábado (20), antes da partida diante do Corinthians, em São Paulo. O dirigente pediu cautela para discernir manifestação de intimidação. Além disso, o mandatário revelou ter conversado com Diego, que encarou alguns torcedores em meio ao caos.

“O Flamengo já esta tomando as providências. A gente vai fazer exatamente do que foi o tamanho do acontecido no aeroporto. A torcida tem todo o direito de protestar. A única coisa que vamos analisar é se houve protesto ou intimidação, e a gente está fazendo isso. Você tem que ter calma e tranquilidade, tirar o grande torcedor, a torcida que tem todo o direito de fazer esse protesto, de outros que talvez possam partir para um outro caminho. Vamos resolver isso com muita tranquilidade”, disse.

Ainda no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, Diego Ribas se irritou, discutiu e tentar encarar alguns torcedores. O vice-presidente fez questão de “colocar panos quentes” no assunto e disse ter conversado com o atleta.

“Já conversei com o Diego, com os jogadores, e está tudo resolvido internamente… Ele está bem. Tanto que jogou ontem e vai jogar quarta-feira. Tudo vai ser tratado de forma interna”, resumiu.

Quanto a possibilidade da contratação de Filipe Luís, o cartola desconversou. “Filipe Luís é uma análise de mudança de vida, não de clube. Agora que saímos da Copa do Brasil, podemos colocar na Libertadores e no Brasileiro. Negociação se faz de maneira interna. Ele tinha contrato com o Atlético, que se encerrou. Ele fez uma despedida lá, é algo natural depois da história que ele teve. Sem o jogador vier, será uma contratação acima da média”, afirmou.