Witzel descarta volta de treinos e jogos no Rio de Janeiro: ‘Pandemia ainda é grave’

  • Por Jovem Pan
  • 20/04/2020 08h32
Philippe Lima/Governo do Estado do Rio de JaneiroWilson Witzel é o governador do Rio de Janeiro

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, descartou no último domingo (19) a retomada do futebol, seja com treinos ou jogos oficiais, durante o período em que vigorar a determinação de isolamento social no Estado devido ao novo coronavírus. A quarentena no estado fluminense foi prorrogada recentemente até 30 de abril.

“A pandemia ainda é grave e considero que neste momento não é adequado para a saúde e a segurança dos atletas ou de todos aqueles envolvidos nos jogos e treinamentos”, disse, por meio de nota, Witzel, que na última semana anunciou ter contraído o coronavírus.

O Campeonato Carioca foi paralisado em 16 de março em função da pandemia da covid-19. Com o intuito de retomá-lo, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro e os clubes formaram na última semana uma comissão médica para preparar um protocolo, denominado “Jogo Seguro”, que seria repassado às autoridades públicas para obter o aval que liberaria a continuidade da competição.

Até por isso, na última terça-feira, enquanto 37 dos 40 clubes das séries A e B do Campeonato Brasileiro deram mais dez dias de férias aos elencos, até o fim de abril, Vasco, Botafogo e Flamengo não tomaram a medida de imediato, à espera de uma definição mais clara sobre o Estadual – posteriormente, porém, também ampliaram o período de recesso aos jogadores.

*Com informações do Estadão Conteúdo