Zetti assume decepção com técnico Ceni e pede que ele aceite clubes menores

  • Por Jovem Pan
  • 20/09/2017 11h22
O ex-goleiro Zetti é um dos maiores ídolos da história do São Paulo

A fracassada experiência de Rogério Ceni como técnico do São Paulo ainda repercute com pessoas ligadas ao clube. Quase três meses depois da demissão do treinador, outro ex-goleiro do São Paulo assumiu ter se decepcionado com os sete meses de Ceni à frente do time tricolor.

Em entrevista exclusiva a Marcio Spimpolo, para a Rádio Jovem Pan, Zetti criticou a escolha do ex-companheiro de posição de assumir o comando de um clube como o São Paulo apenas um ano depois de pendurar as luvas.

“Eu fiquei (decepcionado), sim”, admitiu Zetti. “Com a forma como ele entrou como técnico… O Rogério se preparou um ano, foi estudar fora, isso é bom, mas eu acho que um técnico que quer começar deve iniciar em clubes pequenos. Se você pegar Tite, Felipão, Parreira, os técnicos mais vencedores do Brasil, todos eles começaram em times de menor expressão”, exemplificou.

“Essas experiências em clubes menores vão ensinando o técnico a trabalhar na área e a administrar a vaidade dos jogadores. Acho que faltou um pouco disso ao Rogério. Agora, ele pode assumir um time de menor expressão e aos poucos buscar esse espaço, para voltar a chegar a uma equipe de ponta”, acrescentou.

Apesar disso, Zetti disse ter entendido a opção de Ceni – afinal, “todos querem assumir um time como o São Paulo, ainda mais sendo o clube do coração”. Otimista, o ex-goleiro ainda apostou que o Mito fará sucesso na nova função. Desde que, é claro, aceite dar um “passo atrás” na carreira.

“Ele tem uma gana enorme, uma vontade de vencer fora do normal, e é muito dedicado… Então, tem tudo para ser um grande treinador. Mas acho que, antes, o Rogério tem de voltar e aceitar treinar um clube de menor expressão. Para entender como funciona”, finalizou.

Na última terça-feira, Rogério Ceni fez uma de suas primeiras aparições públicas desde a demissão. Ele foi fotografado ao lado dos ex-auxiliares Charles Hembert e Michael Beale na Inglaterra. Ceni foi à Europa para concluir o curso de treinadores da F.A.

Reprodução