Futuro de Luis Enrique no Barça é destaque nos jornais desta quinta

  • Por Jovem Pan
  • 16/02/2017 10h04

Capa do jornal Sport desta quinta-feira (16/2)

Capa do jornal Sport desta quinta-feira (16/2)

A goleada aplicada pelo PSG na última terça-feira pode provocar mudanças drásticas no Barcelona. Os jornais catalães desta quinta-feira dedicaram suas capas ao técnico Luis Enrique, que pode estar fora da equipe blaugrana na próxima temporada.

Segundo o Mundo Deportivo, os “pesos pesados” do Barça se reuniram após a goleada sofrida na última terça e decidiram pela permanência do técnico espanhol até maio, quando acaba a temporada europeia.

O Sport afirma ainda que o treinador tinha planos de conversar sobre seu futuro após a partida de volta contra o PSG, no começo de março, porém, devido ao resultado desta semana, ficou decidido que isso será discutido somente no término da temporada, a fim de que nada seja decidido de “cabeça quente”. O Barcelona ainda tem a final da Copa do Rei e briga pelas primeiras colocações no Campeonato Espanhol.

Quem também está balançando no cargo é o francês Arsène Wenger. A derrota do Arsenal por 5 a 1 para o Bayern de Munique nesta quarta aumentou as discussões sobre um possível fim da “Era Wenger”, que já dura mais de 20 anos na equipe londrina.

O I Sport trata justamente disso com a manchete “fim de jogo para os Gunners… e para o Wenger?”. O Mirror fala de pressão sobre o técnico francês após “humilhação total”.

Real Madrid x Napoli

Na Espanha, os jornais já dão como certa a ida do Real Madrid às quartas de final da Liga dos Campeões. A equipe merengue bateu o Napoli por 3 a 1, com direito a golaço do brasileiro Casemiro. O As estampou a manchete “meia entrada para as quartas”, enquanto que o Marca afirmou que o Real deu uma “resposta de campeão”.

Por outro lado, na Itália, o Corriere dello Sport comenta a busca por uma reviravolta napolitana no segundo jogo com a manchete “Napoli acredita”, enquanto que o Gazzetta publicou “tempestade real em Napoli”.

Luisão

Em Portugal, o assunto é a renovação do brasileiro Luisão com o Benfica. O zagueiro, que foi homenageado pelos 500 jogos que atuou pela equipe portuguesa, deve continuar por lá por mais três anos, quando acaba o mandato do presidente Luís Felipe Vieira.