Gisele revela concussão não divulgada de Tom Brady na última temporada

  • Por Jovem Pan
  • 17/05/2017 11h43
Camisa 12 de Tom Brady

Vencedor do Super Bowl pela quinta vez no começo deste ano, o quarterback do New England Patriots Tom Brady pode ter escondido uma concussão durante a temporada passada, em que atuou em quase todas as partidas – ficou fora apenas dos quatros primeiros jogos em que cumpriu suspensão por conta do caso das bolas murchas no SB de 2015.

A concussão foi revelada pela sua esposa, a top model Gisele Bundchen, durante o programa norte-americano CBS This Morning, quando foi questionada a respeito da saúde e de uma possível aposentadoria do seu marido, que tem 39 anos.

“Ele teve uma concussão ano passado. Ele tem concussões basicamente todo ano, não falamos muito sobre isso, mas ele teve. Não acho que seja saudável para o seu corpo, passar por esse tipo de agressão o tempo todo. Eu planejo tê-lo saudável e fazer várias coisas divertidas até tivermos 100 anos, eu espero”, revelou a modelo.

A declaração pode custar caro ao New England Patriots. O time não incluiu Brady no injury report (a lista de afastados por conta de lesões). A franquia de Boston pode ser multada e até mesmo perder uma escolha no próximo draft. Recentemente, o Seattle Seahawks foi advertido por esconder uma lesão no joelho do jogador Richard Shermann.

Oficialmente, Brady não sofre uma lesão desde 2008, quando ficou afastado dos gramados por oito semanas por conta de uma lesão no joelho. Na última temporada, ele comandou os Patriots rumo a conquista do Super Bowl 51 em cima do Atlanta Falcons.

A concussão é uma das grandes preocupações da NFL nos últimos anos e foi até tema de filme. “Um Homem Entre Gigantes”, lançado no ano passado e estrelado por Will Smith, conta a história de um pesquisador que divulgou os danos cerebrais sofridos por jogadores de futebol americano. O estudo forçou a liga a mudar sua postura diante destes casos.

Atualmente, um atleta da NFL que sofre uma concussão em campo não pode mais atuar naquela partida e só pode jogar novamente mediante avaliações e liberação feita por médicos independentes.