Goleado no domingo, Bolívar embarca para duelo com León por grupo do Flamengo

  • Por Agencia EFE
  • 24/03/2014 17h24

La Paz, 24 mar (EFE).- Apesar da goleada sofrida para o Oriente Petrolero por 4 a 0 no domingo, pelo Campeonato Boliviano, a delegação do Bolívar embarcou nesta segunda-feira rumo ao México, onde na quarta vai enfrentar o León, pela Taça Libertadores, sem se deixar abalar pelo mau resultado e adotando um discurso confiante para a partida válida pelo grupo 7, que tem o Flamengo como lanterna.

Com cinco pontos, o Bolívar está em terceiro lugar na chave, à frente apenas do Rubro-Negro, de quem venceu na última rodada por 1 a 0 em La Paz. O líder é justamente o time mexicano, que soma sete pontos e pode garantir, com uma rodada de antecipação, o primeiro lugar do grupo se vencer em casa, no estádio Nou Camp. Em segundo está o Emelec, adversário do Flamengo no dia 2, no Equador.

No aeroporto da capital boliviana, o meia Damián Lizio disse que ele e seus companheiros querem “dar a volta por cima” após a derrota para o Oriente, na qual o Bolívar terminou a partida com oito jogadores, já que Lorgio Álvarez, Luis Alberto Gutiérrez e Juan Carlos Arce foram expulsos.

No Twitter, o presidente do clube, o milionário boliviano Marcelo Claure, adotou o mesmo tom.

“Parabéns ao Oriente por uma vitória merecida. Vamos apagar a derrota e focar em nossa partida no México. Viva Bolívar”, disse o dirigente.

O técnico espanhol Xabier Azkargorta terá dois desfalques no setor defensivo, o zagueiro Edemir Rodríguez e o atacante Gerardo Yecerotte, ambos lesionados.

A provável escalação que Azkargorta levará a campo contra o León é: Romel Quiñónez; Lorgio Álvarez, Nelson Cabrera, Luis Gutiérrez e Ronald Eguino; José Luis Capdevila, Juan Miguel Callejón, Walter Flores e Leonel Justiniano; Juan Carlos Arce e William Ferreira. EFE