Goleiro peruano cobra respeito a Bolívia e descarta clima de “já ganhou”

  • Por Agência EFE
  • 23/06/2015 15h26

O goleiro Pedro GallesePedro Gallese

O goleiro Pedro Gallese, titular da seleção peruana na Copa América, descartou nesta terça-feira que ele e os companheiros já se consideram nas semifinais na Copa América, por ter escapado de um rival mais forte após o término da fase de grupos.

“A Bolívia é uma seleção que está crescendo, como nós. É preciso que a olhemos com respeito”, afirmou Gallese, em entrevista coletiva concedida depois do treino realizado no estádio Municipal Germán Becker, em Temuco.

O discurso do goleiro parece condizer com o que pensa o técnico argentino Ricardo Gareca, que colocou seus comandados para treinar cobranças de pênaltis, que podem ser situação de jogo caso o confronto agendado para esta quinta-feira fique empatado.

O ex-Palmeiras tem dois desfalques certos para o confronto com os bolivianos, os meias Josepmir Ballón e Carlos Lobatón, com isso, vem treinando com o lateral-esquerdo Yoshimar Yotún como meia. O jogador garantiu que não vê problema em cumprir a tarefa.

“Tenho muita vontade de jogar e estou disposto a atuar em qualquer posição. Ficaria muito feliz”, garantiu o ex-jogador do Vasco.