Guarani surpreende Racing e só depende de si para avançar na Libertadores

  • Por Agencia EFE
  • 08/04/2015 00h50
Guarani surpreende Racing e só depende de si para avançar na Libertadores

O Guarani deu um grande passo para se classificar para as oitavas de final da Taça Libertadores nesta terça-feira ao vencer o Racing, por 2 a 0, com dois golaços e muitas críticas dos argentinos à arbitragem do brasileiro Heber Roberto Lopes e seus assistentes.

Com o resultado, os paraguaios chegaram à vice-liderança do grupo 8, com oito pontos, três a mais que o Sporting Cristal, que enfrenta o lanterna Deportivo Táchira amanhã e pode retornar ao segundo posto da chave. As duas equipes duelam na última rodada e decidem quem avança para a fase decisiva da competição.

Já o Racing, ainda líder apesar da derrota, manteve os nove pontos e pode se classificar antecipadamente caso o Sporting não vença o Táchira na Venezuela.

Depois de um primeiro tempo de qualidade técnica ruim e poucas chances de gol, as equipes voltaram para a etapa final mais dispostas a arriscar. Mesmo com uma postura mais ofensiva do adversário, o Racing focava mais nos contra-ataques, já que garantia a vaga na próxima fase com um empate.

A estratégia funcionou até a entrada de Federico Santander no lugar de Brian Fernández, aos 20 minutos do segundo tempo. Em seu primeiro lance, o atacante soltou uma bomba de longa distância. A bola bateu no travessão e tocou muito perto da linha.

Heber Roberto Lopez e seus auxiliares, Marcelo Van Gasse e Guilherme Dias Camilo, acharam que a bola entrou e confirmaram o gol, gerando uma série de protestos dos argentinos.

O Guarani confirmou a vitória em um lance similar, aos 38 minutos, quando Marcelo Palau acertou um belo chute de fora da área e liquidou o jogo.