Guardiola diz que se adapta aos jogadores para montar sistemas táticos

  • Por Agência EFE
  • 06/10/2015 11h56
Com contrato no Bayern até o meio de 2016

O técnico do Bayern de Munique, Josep Guardiola, afirmou nesta terça-feira (6) que não possui um sistema tático próprio e procura se adaptar aos jogadores dos times por onde passa, destacando também que os melhores atletas são os que assimilam rapidamente os conceitos passados por seus treinadores.

Guardiola foi um dos palestrantes do segundo curso de formação contínua de técnicos da Uefa, que ocorre entre hoje e amanhã na sede da Real Federação Espanhola de Futebol (FREF), em Madri.

Além de participar do evento, o comandante do clube alemão conversou por alguns minutos com o técnico da seleção espanhola, Vicente del Bosque, que está concentrado com a equipe para as últimas partidas das Eliminatórias para a Eurocopa de 2016.

“Gosto dos jogadores especialistas e dos polivalentes também. É mais importante o conceito do que o físico. O que não se treina, não se esquece. Se aprende o trabalho tático jogando porque o real é o jogo. O treino é para que tomem decisões. Convencemos os jogadores dos conceitos táticos treinando”, disse Guardiola.

Com a palestra intitulada “A liderança do treinador de elite”, Guardiola destacou também a importância de utilizar vídeos nos treinamentos. Para o comandante do Bayern, treinar sem as gravações “seria uma fadiga imensa”.

“É uma ferramenta para comunicar e a cada três dias, pelo menos, os utilizo para transmitir ideias”, disse o treinador.

Quem também participou do evento ao lado de Guardiola foi Lorenzo Buenaventura, preparador físico do Bayern, que falou sobre a preparação dos atletas.

“Vivemos nos adaptando aos calendários. Conectar-se com o jogador, com o futebol, e saber transmitir os conceitos é essencial. A elite exige preparação, mas se eles não entenderem o jogo, não importa se correm muito”, disse o auxiliar do Bayern.