Guardiola diz que ser chamado de melhor treinador do mundo “é uma m…”

  • Por Jovem Pan
  • 11/05/2015 11h49
Orgulhoso de estar na Alemanha

A vida de Pep Guardiola não anda fácil na Alemanha. Em entrevista coletiva antes de decidir a vaga na final da Liga dos Campeões, contra o Barcelona, em Munique, o treinador do Bayern desabafou e afirmou que é ruim carregar o rótulo de melhor treinador do mundo.

“Isso (ser chamado de melhor treinador do mundo) é uma merda, me desculpa. Estou contente aqui no Bayern e quero contribuir em levar a minha equipe ao mais alto possível. No Barcelona eu fiz meu melhor. Para muitos isso é suficiente. Para outros não. Aqui no Bayern é igual. Eu dou tudo de mim, e não me interessa o que dizem os ídolos do clube e jornalistas”, desabafou Guardiola.

“Estou contente com a minha relação com os jogadores, sou feliz. Foi um sonho acertar com o Bayern. Se não nos classificarmos, nada vai acontecer. Sou o melhor por ter conquistado tudo? Ganhei por ter superjogadores”, completou o treinador que tem convivido com notícias que destacam o mau relacionamento do treinador com jogadores e membros da comissão técnica.

Sofrendo criticas de ídolos do clube alemão como Oliver Kahn, Beckenbauer e Matthaus, Guardiola precisa levar o Bayern a uma virada histórica. Pressionado, o treinador ainda comentou sobre o time do Barcelona e afirmou que sua ex-equipe tem o melhor contra-ataque do mundo: “Vamos jogar contra o melhor time da Europa nos últimos 15 anos. Eles são muito fortes. No primeiro jogo, no minuto em que nos descontrolamos, eles nos penalizaram. São a melhor equipe do mundo no contra-ataque”, comentou Guardiola, que treinou o Barcelona entre 2008 e 2012, e conquistou duas Ligas dos Campeões na equipe catalã.