Guerrero decide, Corinthians vence Grêmio e fica próximo da Libertadores

  • Por Jovem Pan
  • 23/11/2014 21h33

Camisa 9 marcou o seu 15º gol na temporada

Guerrero decide e Corinthians bate o Grêmio

O Corinthians ficou muito próximo de confirmar a sua classificação para a próxima Libertadores da América, na noite deste domingo (23). O atacante Guerrero mais uma vez foi decisivo e marcou o gol da vitória do Timão sobre o Grêmio por 1 a 0, na Arena Corinthians, resultado que manteve os alvinegros na 3ª colocação do Campeonato Brasileiro, com 66 pontos, quatro a mais que o Atlético-MG, o quinto colocado, e seis acima do próprio rival gaúcho.

Na próxima rodada, o time do Parque São Jorge viaja para o Rio de Janeiro, onde enfrenta o Fluminense, no Maracanã. Já o Tricolor vai até a Fonter Nova para encarar o Bahia, em busca de um último fôlego pela competição continental.

Pressão corintiana para na trave e em Grohe

O Timão não perdeu tempo para incomodar o Grêmio. Logo no primeiro ataque, Renato Augusto recebeu pelo meio, cortou o marcador e mandou chute em direção ao gol defendido por Marcelo Grohe. Malcom também testou o goleiro, aos 2, mas o camisa 1 novamente não teve problemas para segurar a pelota.

Os gaúchos responderam e tentaram assustar Cássio. Luan tabelou com Ramiro e cruzou para Dudu. O jovem atacante tentou se esticar para desviar, mas a bola passou pela extensão da área.

A partir daí, o time da casa dominou praticamente todas as ações. Com mais posse de bola e mais objetividade na hora de armar jogadas, os comandados de Mano Menezes chegaram com muito perigo, principalmente pelas laterais do campo.

Aos 10, Guerrero recebeu na área, girou na marcação de Rodholfo e mandou uma bomba na trave do camisa 1 gremista. Sete minutos mais tarde, Malcom também assustou. O jovem finalizou em cima de Barcos e a bola quase matou Marcelo Grohe, saindo para escanteio.

A pressão continuava e o Tricolor, acuado, pouco conseguia fazer para sair ao ataque. Em uma cobrança de escanteio, o zagueiro Felipe quase marcou quando cabeceou muito rente à trave de Grohe, que só torceu para a bola sair pela linha de fundo.

Tranquilo na partida, o Corinthians tentava martelar a defesa gremista para conseguir marcar, mas parou nas boas defesas do arqueiro adversário. Aos 30, Fabio Santos dividiu pela esquerda e cruzou para Guerrero. O peruano finalizou no contrapé e obrigou Grohe a fazer linda intervenção. Quase em seguida, Fagner mandou uma bomba de fora da área e a bola explodiu na rede pelo lado de fora.

O ritmo diminuiu após os 30. Os corintianos já não apertavam tanto com a velocidade de outrora, mas continuavam anulando as ações adversária, que nada criou para fazer Cássio sujar o uniforme.

Sim, Guerrero sempre resolve

Felipão tirou o volante Riveros e mandou o meia Giuliano para campo na etapa final. Mais ofensivo, o Grêmio voltou assustando o Corinthians. Aos 2, Giuliano mandou um bom chute e obrigou Cássio a trabalhar bem. No rebote, Barcos, em impedimento, marcou o gol, mas o árbitro anulou e anotou a irregularidade.

A equipe gaúcha sabia que precisaria marcar para se manter forte na briga por uma vaga na Libertadores e continuou em cima, mas não transformava a posse em chances claras de marcar.

A primeira chance alvinegra no segundo tempo foi aos 6, quando Guerrero recebeu sozinho no ataque e venceu Bressan e Rodholfo. Na finalização, o camisa 9 quase acertou o ângulo para abrir o placar.

O Tricolor não se abateu e foi para cima. Ramiro foi lançado pela direita, invadiu a área e mandou um chute forte para Cássio mais uma vez defender.

Sem conseguir ter o mesmo ímpeto da primeira etapa, Malcom foi sacado por Mano e Luciano foi para o gramado. Logo depois de entrar, o artilheiro do Timão em 2014 arrumou uma confusão com Fellipe Bastos e teve sorte de não receber o amarelo.

Os donos da casa igualaram as ações e chegaram até a marcar um gol. Aos 21, Renato Augusto deu passe para Luciano que cruzou para o meio da área. A bola bateu em Rodholfo e entrou para o fundo do gol, mas o auxiliar lateral afirmou que a pelota já havia saído pela linha final do campo.

O Timão pressionava de forma tímida e Mano mandou Danilo e Jadson para o jogo. Logo em sua primeira bola, o camisa 10 cruzou na cabeça de Felipe, que cabeceou no pé da trave e quase tirou o zero do placar.

A pressão deu resultado aos 37, quando Jadson deu passe para Luciano e o atacante cruzou para Guerrero. O camisa 9 girou e chutou meio sem jeito, mas a bola passou por entre Rodholfo e Marcelo Grohe, morrendo no fundo da rede.

O peruano anotou o seu 15º gol na temporada e se igualou a Luciano como goleador máximo do Timão em 2014. O tento também deixa o time muito perto de confirmar uma vaga na Libertadores de 2015.