Guerrero faz três, Corinthians joga futebol de verdade e goleia Danubio

  • Por Jovem Pan
  • 01/04/2015 23h53

Guerrero foi o grande destaque do Corinthians e ajudou o time a golear

Guerrero comemora gol contra o Danubio

O Corinthians recebeu o Danubio, na noite desta quarta-feira (1), na Arena Corinthians, e no Dia da Mentira, a equipe comandada pelo técnico Tite não fez nenhuma questão de enganar sua torcida. Jogando um futebol de verdade, o clube de Parque São Jorge mostrou ser muito superior ao rival uruguaio e, sem muito esforço, triunfou pelo placar de 4 a 0. O grande destaque da partida foi o atacante Paolo Guerrero, que marcou três gols.

Com o resultado positivo conquistado dentro de casa, o Corinthians chega aos 12 pontos conquistados, mantendo os 100% de aproveitamento, e fica muito perto de se classificar para as oitavas de final.

O próximo compromisso do Corinthians na Libertadores será no dia 16 de abril, às 22h (de Brasília), quando a equipe recebe o San Lorenzo, na Arena Corinthians. Um dia antes, também às 22h, o Danubio recebe o São Paulo, no Estádio Jardines Del Hipódromo, em Montevidéu (URU).

O jogo – O Danubio tomou a iniciativa nos primeiros minutos e foi para cima, mas não conseguiu criar grandes chances de gol. O Corinthians equilibrou as ações logo e, aos oito minutos, quase abriu o placar, quando Guerrero finalizou após cruzamento de Emerson, mas o goleiro Torgnascioli fez bela defesa. No rebote, Elias não foi capaz de finalizar.

Com 22 minutos, outra grande chance corintiana, em chute de Emerson, mas Torgnascioli fez outra boa intervenção. A insistência do Timão deu certo aos 26 minutos, quando Jadson cobrou falta perto da área e fez um belo gol para inaugurar o marcador.

O Corinthians ainda conseguiu ampliar a vantagem, aos 33, quando Jadson avançou pelo meio e acionou Elias, que cruzou para Guerrero mandar de cabeça, no canto esquerdo da meta defendida por Torgnascioli. Os comandados do técnico Tite foram para os vestiários vencendo por dois gols de vantagem.

No segundo tempo, logo aos 20 segundos, o Corinthians anotou o terceiro gol, quando Emerson recebeu passe de Renato Augusto na esquerda, cruzou bem para Guerrero e o peruano pegou de primeira para marcar o seu segundo no jogo.

O peruano estava com fome e, aos 22, ele recebeu cruzamento em cobrança de falta de Jadson e completou da pequena área para fazer o seu terceiro e o quarto do Corinthians.

Com 23, Renato Augusto finalizou e quase marcou o quinto do Corinthians, mas desperdiçou a chance. O Corinthians diminuiu um pouco o ritmo depois do quarto gol e começou a irritar os uruguaios, que passaram a bater muito. Tanta ‘pancadaria’ gerou a expulsão de Matías de Los Santos, aos 39, quando o defensor deu carrinho em Emerson Sheik, tomou o segundo amarelo e saiu de campo mais cedo. Com goleada no placar e em vantagem numérica, o Corinthians tinha até chance de ampliar a vantagem, mas os quatro gols foram mais do que suficientes para o alvinegro paulista.