Guerrero nega ter sido agredido em invasão ao CT, mas vai depor

  • Por Jovem Pan
  • 23/02/2014 14h00
SÃO PAULO SP, 22.02.2014: PAULISTA/CORINTHIANS x RIO CLARO - Paolo Guerrero - Partida entre Corinthians x Rio Claro, válida pela 10ª rodada do Campeonato Paulista de Futebol 2014, no Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu), em São Paulo. (Foto: Mauro Horita/AGIF/Folhapress)Corinthians vence o Rio Claro e encerra tabu no pacaembu

Quase um mês após a invasão ao CT Joaquim Grava o assunto ainda está em pauta nos terrenos corintianos. Na última semana, a justiça determinou a prisão de alguns torcedores que estiveram no ocorrido em primeiro de fevereiro, e também que irá investigar o Corinthians pelo sumiço das imagens.

► Confira a tabela do Campeonato Paulista

Após o jogo deste sábado, em que o Corinthians venceu o Rio Claro por 3 a 2 no Pacaembu, Paolo Guerrero informou que irá prestar depoimento à Polícia Civil nesta segunda-feira e desmentiu o presidente Mário Gobbi, que afirmou que o atacante tinha sido agredido.

“A diretoria do Corinthians me falou pra ir dar o depoimento então eu vou, mas tem nada para eu falar. Não encontraram em mim, não me agrediram. Foi um mal entendido, pois comigo não aconteceu nada”.

Guerrero fez questão de confirmar que o assunto já é passado, e que o importante agora é seguir com vitórias. “Todo o grupo e eu vivemos um momento ruim, que ninguém queria. Mas já passou e agora tem que pensar em fazer a torcida feliz, como hoje”.