Gullit diz que Messi e CR7 são ainda melhores por competirem entre si

  • Por Agencia EFE
  • 14/04/2015 12h13
EFECristiano Ronaldo e Messi se cumprimentam antes de amistoso

O ex-meia Ruud Gullit, campeão europeu de seleções, com a Holanda, e de clubes, com o Milan, participou de entrevista coletiva prévia a entrega do Prêmio Laureus, em Xangai, na China, e elogiou dois dos principais jogadores de futebol na atualidade.

“Somos abençoados por podermos assistir um período tão bom, com dois jogadores como (Lionel) Messi e Cristiano Ronaldo. Para mim, não há o que seja melhor, isso é só uma questão de gosto pessoal”, afirmou o antigo camisa 10.

Gullit ainda destacou a constante necessidade dos dois craques se superarem, para tentar mostrar mais que o rival, e que isso os coloca em um nível cada vez mais alto na história do futebol.

“Acho que Cristiano e Messi são tão bons porque competem entre si. Antes, houve a era Pelé, a era Maradona, mas eles reinavam sozinhos. Também foi assim como Johan Cruyff. Cristiano e Messi duelam e isso os fazem melhores”, avaliou.

Questionado sobre a possível compra do Milan, por investidores asiáticos, como a imprensa europeia vem especulando, o ex-meia do clube entre 1987 e 1995, preferiu desconversar.

“Tenho ouvido rumores sobre essa possibilidade, mas não acho que vá ser algo barato. É preciso pagar muito pela marca Milan”, disse Gullit.

O Prêmio Laureus, considerado o Oscar do esporte mundial, será entregue amanhã, em Xangai, na China. Ao todo, são seis categorias: Atleta Masculino do ano, Atleta Feminina, Melhor Equipe, Retorno, Revelação, Atleta de Esportes de Ação e Atleta com Deficiência.

O único brasileiro que pode ser premiado é Gabriel Medina, campeão mundial de surfe em dezembro do ano passado, desbancando o americano Kelly Slater e o australiano Mick Fanning.