Há 15 anos, geração se consagrava ao conquistar bi brasileiro pelo Corinthians

  • Por Jovem Pan
  • 22/12/2014 09h17
Campeonato Brasileiro de Futebol, 1999: acompanhado por Edílson (esq.) e Luizão (dir.), o meia Ricardinho corre para comemorar o primeiro gol do Corinthians na vitória sobre o São Paulo por 2 a 1 no estádio do Morumbi, em São Paulo (SP). (Foto: Ormuzd Alves/Folhapress)Corinthians supera São Paulo e vai à final do Brasileiro 1999

O Corinthians brigará pelo seu sexto título brasileiro em 2015. Há 15 anos, porém, a geração marcada por nomes como Marcelinho Carioca, Ricardinho, Rincón, Vampeta e companhia fazia história ao conquistar o inédito bicampeonato do torneio (havia conquistado a taça em 1998) e o terceiro título da história do clube. 

Corinthians e Atlético-MG, protagonistas da decisão daquele ano, passaram por um caminho muito díficil até chegar a grande final. Depois de eliminar o Guarani nas quartas, O Timão encarou o São Paulo de Raí na semi e superou o rival após dois grandes duelos. O Galo, por sua vez, depois de eliminar o arquirrival Cruzeiro nas quartas, mediu forças com o Vitória, em confronto que precisou de três partidas para contar com um vencedor.

Na primeira partida da decisão, show do atacante Guilherme, que marcou três vezes e decretou vitoria do Galo por 3 a 2 no Mineirão. No Morumbi, foi a vez de Luizão brilhar. Dois gols do atacante e vitória por 2 a 0 do Timão, resultado que obrigava um terceiro jogo. 

No duelo decisivo, o Timão contava com a vantagem do empate devido ao regulamento, mas mesmo assim protagonizou outro embate muito disputado com o Galo. Em jogo que teve até o lateral Belleti expulso, no dia 22 de dezembro de 1999, o Corinthians se sagrava bicampeão brasileiro.

Comandado por Oswaldo de Oliveira, o time tinha nomes que acabaram se tornando grandes ídolos da história centenária do clube: Dida, Ricardinho, Rincón, Vampeta, Marcelinho Carioca, Edílson, Luizão, Dinei, entre outros.